16/03/2015

9.732.(16mar2015.1.11') Neste dia...16março...vou rELEVAR: sou avô, Natália Correia, Camilo Castelo Branco e a poesia de Joaquim Pessoa:

***
2017
365.avÔ
consegui rascunhar 1 textinho em cada dia d' avÔ
*
recomeçAR-TE
vai valer a pena
percoRRer cada poro teu
sem pressas
no meu deVAGAR
*
Manter a atitude desde os 44 anos
Chocar com a preparação do após morte
Registar as últimas vontades
AbRRaçar diariamente os  mais próximos
Despedir-me do dia e dos mais queridos 
Estar com a família, no mínimo, semanalmente
Viver o dia como se fosse o último
Continuar a viver intensamente no meu estilo
Harmonizar o viver com a minha consciência
CorAGIR e viVERDADE
Seguir os 3  triangulares até me apagar
Sonhar.Envolver.Construir
Amar.Trabalhar.Saber
Recomeçar.Continuar.Saber que vai acabar
Acompanhar regularmente o meu CCCela
Dar uma mão na NUCCA
Lutar por um mundo melhor no PCP
Tentar reaproximar quem se separou de mim
Poetar para descontrair
Ler, principalmente, poesia
Dedicar o dia a uma onda musical
Sorrir, assobiar, dançar e ir cantando
Preparar o fim, hoje, para viver + intensamente!!! by "My Way"
(10.01') dia 16março2012
***
2016...memórias deste dia:
Sou avô do Sebastião Raimundo Duarte
nasceu às 12h17'...50cm...3,7kg...parto natural
*
Abrir perspectivas
Olhar o infinito
Sentir a brisa
Vibrar o ÂMAgo com soRRisos
Sonhar mais liberdades
Alimentar o corAGIR, na semana do cérebro
Pacificar como fosse uma criança
VIVERdade até morrer
*
Irina desenhou o antes

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10208925517519704&set=a.10201751943624840.1073741825.1368561152&type=3&theater
e o depois

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10208925517479703&set=a.10201751943624840.1073741825.1368561152&type=3&theater
*
Desenhos da Irina Raimundo, mãe MARavILHA do Sebastião
*
Nascimento de 1 bebé
a extraordinária vivência
que a Irina viveu hj
https://www.facebook.com/fisioterapiainovadora6/videos/1035590833147879/
*
55 de 67 extraordinárias fotogravAÇÕES...Há que saudar quem proMOVE ALCOBAÇA que vos abRRaça
by Bruno Januário
Foto de Visit Alcobaca.
https://www.facebook.com/visitalcobaca/photos/a.828468537249214.1073741829.828169270612474/855543844541683/?type=3&theater
*
Música Barroca em Alcobaça que vos abRRaça...Luis Manuel Coelho Peças e João Paulo Peças vão actuar diariamente no arco de Claraval...entre as Praças da República e Afonso Henriques...
http://regiaodecister.pt/noticias/luis-pecas-e-joao-paulo-ferreira-atuam-no-arco-de-claraval
*
1 bravíssimooooooooooo para a Semana da Leitura 2016, uma organização da Rede de Bibliotecas de Alcobaça (que vos abRRaça)
https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1741979166033232&id=1633017550262728
*
OE2016...deputado João Oliveira:
"O PCP salienta o sinal de mudança que este Orçamento do Estado (OE) comporta", 
"não seleccionamos o que nos agrada ignorando o resto", 
"prova que há outro caminho"
"a reposição de direitos não é uma dádiva de um Governo, mas o resultado da luta que o povo português soube travar"
http://www.pcp.pt/um-orcamento-diferente-para-melhor
*
s.MARtinho do porto by João Moura

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=984612914947824&set=pcb.10154108366273969&type=3&theater
*
by Fernanda Matias
Foto de Fernanda Matias.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1565682300426814&set=gm.10154108198198969&type=3&theater
*
10.30 e 14h30'
Quebra nozes para as escolas

https://www.facebook.com/academiadalcobaca/photos/gm.843179059145077/950723685011671/?type=3&theater
***
2015...face traz-me memórias deste dia:
11.11.11" é 1 bELO segundo para inTERvalo...vou ali...à BB bela baía de S.MARtinho do Porto...há quem saiba valorizar o que é bELO
trabalhe o natural
e ainda consiga colorir +
o que nos impressiona
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2015/03/973416mar2015722-14mar2015sao-martinho.html
*
Hj às 15h Bruno Dias (PCP) vai visitar o Hospital de Alcobaça e reunir com a Administração
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2015/03/972813mar20151855-16mar201515hdeputado.html
*
vivaaaaaaaaaaaa Portugal...campeão europeu de atletismo adaptado!!!
*
percebo porque se manifestam contra a DILMA e o seu governo...têm saudades da ditadura militar, querem + privatizações...
*
11.22'...hj 16mar2015. Os nossos embaixadores d' ALCOBAÇA que vos abRRaça: Os THE GIFT estão no Kennedy Center em Washington!!!
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2015/03/973516mar20151122-hj-16mar2015-os.html
*
vivaaaaaaaaaa Portugal...Benfica é equipa Campeã da Europa em Hóquei em Patins!!.. com Ana Santos guarda redes, Sofia Vicente e as gémeas Rute Lopes e Rita Lopes todas elas ex-HCTurquel e campeãs nacionais pelo Turquel!!! d'ALCOBAÇA que vos abRRaça
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2015/03/973116mar20153333-vivaaaaaaaaa.html
***
2014...o face traz-me memórias deste dia:
hj há luaaaaaaaaaaaa...há quem repare nELA...d'Alcobaça que vos abRRaça...a nascer na Serra dos Candeeeiros
Video da Anabela Luís: "Nascer da Lua na serra, visto da minha varanda, de costas para o mar..."
https://www.facebook.com/anabela.luis/videos/10201861380431616/
*
BB bela baía de são mart..Porto....légua...paredes...hj...magníficas praias d'ALCOBAÇA que vos abRRaça
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/03/7665praias-dalcobaca-que-vos-abrraca16.html
*
hj esteve 1 bELO dia de praia e para espraiar...Leão está valente depois da tempestade...Paredes da Vitória...d'Alcobaça que vos abRRaça
by Adelino Pataias:
Foto de Adelino Pataias.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10152290682214819&set=a.10150262398389819.346034.835759818&type=3&theater
*
bELO pôr na praia da Légua...Pataias.Martingança...d'ALCOBAÇA que vos abRRaça
by Adelino Pataias:
Foto de Adelino Pataias.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10152291081804819&set=a.10150262398389819.346034.835759818&type=3&theater
*
Diana Nicolau...actriz d'ALCOBAÇA que vos abRRaça...ver peça de teatro...Palco 13...Audº Fernando Lopes Graça...em Cascais...
*
hj temos palestra do Adriano Monteiro na Casa da Cultura de São Martinho do Porto...vêem a BB bela baía d'ALCOBAÇA que vos abRRaça e com certeza vão gostar d'informAÇÃO que o palestrante nos vai dar!!!
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/03/76137mar2014818-palestra-do-eng-adriano.html
*
Hj é dia de darmos os paraBÉNS (60 aninhos) RANCHO FOLCLÓRICO PAPOILAS DO CAMPO...Cela Velha - Cela - d'ALCOBAÇA que vos abRRaça...há almoço (com inscrições prévias) e tarde cultural...Bem merecem pela promoção da freguesia e do concelho!!!
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/03/76197mar2014203-60-aniv-do-rancho.html
*
hj é dia de pedALCOBAÇA que vos abRRaça...começa daqui a pouco em Alcobaça, mas passam perto de si...forçaaaaaa para o Alcobaça Clube de Ciclismo!!!
*
Vamos lá plantar...em ALCOBAÇA que vos abRRaça...semana biológica de 17 a 23 março...
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/03/766016mar2014927-17-23-marcoplantar.html
*
há 40 anos...quase 25 abril...vivABRILiberdade...
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=828043177222585&set=gm.222689187939925&type=3
***
2012...face traz-me memórias deste dia:
há paLAVRAS que nos galvanizam...hj x AQUI 1 pitadinha de O'Neil...d' alcobaça que vos abRRaça
Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca.
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.

Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto;
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.

De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído
No papel abandonado)

Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte.

Alexandre O’Neill
 
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=3233664494046&set=a.1181415429102.28176.1639690204&type=3&theater
*
Para ti que tão bem sabes que mais do que sorrir ou chorar... VIVER ;)
http://www.youtube.com/watch?v=9BqZXts17CA&feature=related
*
hj vou conhecê-los ao vivo no Cine-teatro d' alcobaça que vos abRRaça
Elysian Fields - Dancing In The Dark
https://www.youtube.com/watch?v=HJuMbPrXVDg
*
roubos via EDP
http://www.pcp.pt/travar-desastrosa-pol%C3%ADtica-energ%C3%A9tica-em-curso-desde-h%C3%A1-30-anos
*
hj x AQUI "my way" agora com Robbie Williams
https://www.youtube.com/watch?v=_4DJMPGNiD0
*
O Amor, Meu Amor Nosso amor é impuro
como impura é a luz e a água
e tudo quanto nasce
e vive além do tempo.
Minhas pernas são água,
as tuas são luz
e dão a volta ao universo
quando se enlaçam
até se tornarem deserto e escuro.
E eu sofro de te abraçar
depois de te abraçar para não sofrer.
E toco-te
para deixares de ter corpo
e o meu corpo nasce
quando se extingue no teu.
E respiro em ti
para me sufocar
e espreito em tua claridade
para me cegar,
meu Sol vertido em Lua,
minha noite alvorecida.
Tu me bebes
e eu me converto na tua sede.
Meus lábios mordem,
meus dentes beijam,
minha pele te veste
e ficas ainda mais despida.
Pudesse eu ser tu
E em tua saudade ser a minha própria espera.
Mas eu deito-me em teu leito
Quando apenas queria dormir em ti.
E sonho-te
Quando ansiava ser um sonho teu.
E levito, voo de semente,
para em mim mesmo te plantar
menos que flor: simples perfume,
lembrança de pétala sem chão onde tombar.
Teus olhos inundando os meus
e a minha vida, já sem leito,
vai galgando margens
até tudo ser mar.
Esse mar que só há depois do mar.
Mia Couto, in "idades cidades divindades"
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=2646265290400&set=a.1056730313019.8559.1668702709&type=3&theater
*
Contra os agiotas de tds as matizes e ladrões de quem trabalha e empreende!GGG 22 março2012!
Foto de Julio Manuel Cardoso.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=390314394314675&set=a.120047218008062.19250.100000083543226&type=3&theater
*
Façamos 1 GGG! Queremos viver!!!
Foto de Julio Manuel Cardoso.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=390314584314656&set=a.120047218008062.19250.100000083543226&type=3&theater
*
hj 16 é dia de luta pelo nosso Hospital na cidade por melhores respostas hospitalares. ConcentrAÇÃO 17.30' em frente ao edifício da câmara
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2012/03/556416marco201288-hj-e-dia-de-luta-pelo.html
*
hj x AQUI:"My way" agora com Pavarotti
https://www.youtube.com/watch?v=Zs6q_LLQDYk&list=PLBE153B3AC8412F02
***
2011...face traz-me memórias deste dia:
a "minha" acta da reunião de câmara d' alcobaça e o prestar de contas do vereador CDU.PCP...para vossa apreciação crítica em :
*
reVER.ouvir.SENTIR. e aquel'abRRaço para tds
os nossos THE GIFT
https://www.youtube.com/watch?v=APfiKfAf8Lo
***
1825
Camilo Castelo Branco
 “Em cada mulher, quatro mulheres incompreensíveis, pensando alternadamente como se hão de desmentir umas às outras.”
"O amor é uma luz que não deixa escurecer a vida."
"Um verdadeiro amor é segunda inocência."
"O amor, que vem procurado como sensação necessária à felicidade da vida, perde dois terços da sua embriagante doçura; porém, o amor inesperado, impetuoso e fulminante, esse é um abrir-se o céu a verter no peito do homem todas as delícias puras que não correm perigos de empestarem-se em contacto com as da terra."
"Amigos verdadeiros são os que nos acodem inopinados com valedora mão nas tormentas desfeitas."
"Os dias prósperos não vêm por acaso. Nascem de muita fadiga e muitos intervalos de desalento."
"O inferno é cá neste mundo: não ter que comer, que beber, nem umas palhas em que deitar-se."
"A verdade é expansiva; a mentira retrai-se, esconde-se até aos olhos dos depravados."
"O que tem feito mal a muita gente não é a mentira; é o invólucro de palavras artificiosas com que se doira a algema que as verdades lançam ao pulso do homem."
"O ciúme vê com lentes, que fazem grandes as coisas pequenas, gigantes os anões, verdades as suspeitas."
"O homem traído uma vez pode ouvir dos lábios da mulher um juramento de alma, animado com a santa inocência de um anjo, mas nunca mais lhe franqueará o coração, onde goteja sangue, uma chaga incurável."
"Os estúpidos guerreiam barbaramente o talento: são os vândalos do mundo espiritual."

 "A Decadência do Coração nos Tempos Modernos
Nestes ruins tempos de material e nauseante industrialismo, a fase do coração é curta, o amor vem temporão, e como que apodrece antes de sazonado. De toda a parte, aos ouvidos do mancebo vem a soada do martelar da indústria. A sociedade, aparelhada em oficina, não dá por ele, se o não vê a labutar e mourejar no veio da riqueza. Títulos, glória, homenagens, regalos, as feições todas da festejada máscara, com que por aqui nos andamos entrudando uns aos outros, só pode ser afivelada com broches de ouro. Dislates do amor empecem o ir direito ao fim. O coração é víscera que derranca o sangue, se com as muitas vertigens o vascoleja demais. Faz-se mister abafar-lhe as válvulas e exercitar o cérebro, onde demora a bossa do cálculo, da empresa, da sordícia gananciosa, e outras muitas bossas filiadas ao estômago, o qual é, sem debate, a víscera por excelência, o luzeiro perene entre as trevas que ofuscam as almas." 

 in 'Doze Casamentos Felizes (1861)'

http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/06/81761junho20141033-camilo-castelo-branco.html
***
1959
morreu António Botto (nasceu em 1897)
 1 vivaaaaaaaa à sua obra
"Quem não Ama não Vive
Já na minha alma se apagam
As alegrias que eu tive;
Só quem ama tem tristezas,
Mas quem não ama não vive.

Andam pétalas e fôlhas
Bailando no ár sombrío;
E as lágrimas, dos meus olhos,
Vão correndo ao desafio.

Em tudo vejo Saudades!
A terra parece mórta.
- Ó vento que tudo lévas,
Não venhas á minha pórta!

E as minhas rosas vermelhas,
As rosas, no meu jardim,
Parecem, assim cahidas,
Restos de um grande festim!

Meu coração desgraçado,
Bebe ainda mais licôr!
- Que importa morrer amando,
Que importa morrer d'amôr!

E vem ouvir bem-amado
Senhor que eu nunca mais vi:
- Morro mas levo commigo
Alguma cousa de ti."
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2015/03/974317mar2015744-antonio-botto.html
***
1974
quase 25 abril...vivABRILiberdade...
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=828043177222585&set=gm.222689187939925&type=3
***
1993
morreu Natália Correia
 1 vivaaaaaaaaaaa à sua obra
 "Queixa das almas
jovens censuradas
Dão-nos um lírio e um canivete
E uma alma para ir à escola
E um letreiro que promete
Raízes, hastes e corola.
Dão-nos um mapa imaginário
Que tem a forma duma cidade
Mais um relógio e um calendário
Onde não vem a nossa idade.
Dão-nos a honra de manequim
Para dar corda à nossa ausência.
Dão-nos o prémio de ser assim
Sem pecado e sem inocência.
Dão-nos um barco e um chapéu
Para tirarmos o retrato.
Dão-nos bilhetes para o céu
Levado à cena num teatro.
Penteiam-nos os crânios ermos
Com as cabeleiras dos avós
Para jamais nos parecermos
Connosco quando estamos sós.
Dão-nos um bolo que é a história
Da nossa história sem enredo
E não nos soa na memória
Outra palavra para o medo.
Temos fantasmas tão educados
Que adormecemos no seu ombro
Sonos vazios, despovoados
De personagens do assombro.
Dão-nos a capa do evangelho
E um pacote de tabaco.
Dão-nos um pente e um espelho
Para pentearmos um macaco.
Dão-nos um cravo preso à cabeça
E uma cabeça presa à cintura
Para que o corpo não pareça
A forma da alma que o procura.
Dão-nos um esquife feito de ferro
Com embutidos de diamante
Para organizar já o enterro
Do nosso corpo mais adiante.
Dão-nos um nome e um jornal,
Um avião e um violino.
Mas não nos dão o animal
Que espeta os cornos no destino.
Dão-nos marujos de papelão
Com carimbo no passaporte.
Por isso a nossa dimensão
Não é a vida. Nem é a morte."

*
 BALADA PARA UM HOMEM NA MULTIDÃO

Este homem que entre a multidão 
enternece por vezes destacar 
é sempre o mesmo aqui ou no japão 

a diferença é ele ignorar.

Muitos mortos foram necessários
para formar seus dentes um cabelo
vai movido por pés involuntários
e endoidece ser eu a percebê-lo.

Sentam-no à mesa de um café
num andaime ou sob um pinheiro
tanto faz desde que se esqueça
que é homem à espera que cresça
a árvore que dá dinheiro.

Alimentam-no do ar proibido
de um sonho que não é dele
não tem mais que esse frasco de vidro
para fechar a estrela do norte.
E só o seu corpo abolido
lhe pertence na hora da morte.

http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/04/783214abril2014215-natalia-correia.html
***
e a poesia de Joaquim Pessoa:
2012
Foto de Quem lê Sophia de Mello Breyner Andresen.
https://www.facebook.com/quem.le.sophia.de.mello.breyner.andresen/photos/a.114014221967684.7650.112890882080018/342886262413811/?type=3&theater
in OS OLHOS DE ISA, (ed Esp. Litexa, 1982)

As mãos fechadas no teu peito e o
vestido azul caído aos pés da cama.
(Teu corpo de mulher é belo nu
e ainda mais belo quando ama).

Os meus beijos são potros que te mordem
os seios e as coxas e os cabelos
para que os minutos todos nos acordem
e nunca mais possamos esquecê-los.

E penetrando em ti perdidamente
atravesso mil bosques pela estrada
que há dentro de teu sexo e lentamente

tu ficas nos meus braços espantada
como se o mundo fosse de repente
acabar-se em plena madrugada.

*Fotografia: Mauer, por Lilya Corneli
*(LT)

*
2014
iniciar o domingão com pitadinhas do mestre Joaquim Pessoa...
Dia 120. (excerto)
É doloroso por vezes chegar a casa, encostar o corpo, fechar
as pálpebras e sentir que a cabeça é um quarto vazio, um de-
samor só e ferido, queimadura que chega ao coração.
Foto de Quem lê Sophia de Mello Breyner Andresen.

https://www.facebook.com/quem.le.sophia.de.mello.breyner.andresen/photos/a.114014221967684.7650.112890882080018/652635604772207/?type=3&theater
in O POUCO É PARA ONTEM, (Litexa, 2008)

POEMA XL

Aleluia! Aleluia!
Ela estendeu-me os braços, ela continua a zelar por mim,
sem dúvida, o meu coração há-de lá estar em breve,
junto dela, tão perto que me dirá "não esperava ver-te aqui",
e beijá-la-ei, direi uma piada, perguntar-lhe-ei "o que estás
a dizer?",
ela há-de cantar, entoar uma canção e recordar comigo
a criatividade de outros dias, de outras horas carentes de sentido,
quando o mais importante é anteciparmo-nos e estabelecer
intenções.
Sempre que traçámos um limite, ela exultou
como se acabasse de salvar um animal ferido. E eu amo-a.
Ela é um abrigo súbito no meio de um aguaceiro,
uma espécie de intermediária da luz nos espaços
escuros e vazios. E, como disse, eu amo-a,
embora não o quisesse declarar. Nunca decidiu
nada que pudesse ferir as minhas próprias regras,
nunca me prometeu um final feliz ou me enviou um simples
postal ilustrado
de qualquer uma das nossas noites. Aleluia!
Aleluia! Aleluia! Ela persegue a minha tristeza
para acabar com ela, amando-me com a atenção de quem faz
um exame.
Ela quere-me, suporta-me, inventa-me, mima-me,
adorna-me de luz, respira-me, violenta-me, contagia-me.
E gosta de fazer comigo "o que a primavera faz com as cerejeiras".
Com ela a vida alerta todos os sentidos. Como poderei dizer dela
outra coisa
senão que que os seus olhos iluminam a verdade do que digo?
Quando estou longe, ela está ao meu alcance
porque a desejo e porque o amor dela é o meu almoço e o meu
jantar,
porque a reconheço e a abraço nos amigos e na forma
como desperto para as coisas,
e porque espero por ela mesmo quando estou já farto de esperar,
mesmo que ela chegue como quem foge de mim,
mesmo que a sua resposta seja uma pergunta,
mesmo que o mesmo e o diferente sejam, afinal, uma só coisa.
Aleluia! Aleluia!
Ela está em tudo. Em toda a parte. Por toda a parte
a vejo, por toda a parte a sinto. Beijo-a
nos meus músculos e na minha respiração, possuo-a,
penetro-a, conheço-a como o pão conhece o trigo
e preciso dela como a semente precisa da água.
Ela é como eu. Que digo? Ela é eu, quando sou viril e tudo
arde em mim, até a água e o mistério da água.
Pertenço-lhe como a pedra pertence à montanha.
Um segundo com ela é mais do que um milénio
porque ela é que é poeta em mim,
ela é que escreve todos os meus versos,
ela é que faz eternos os meus dias.
*Litografia de ©Montserrat Gudiol (detalhe)
*(LT)
*
in ANO COMUM, 2.ª ed.
Editora Edições Esgotadas, 2013.
*


CHAMAR-TE MEU AMOR 

* Joaquim Pessoa *

Dizer que tudo em ti é movimento
e que há corças nas selvas em redor
do amor que às vezes faço em pensamento
ou do que eu penso quando faço amor.

Dizer que em tudo escuto a tua voz
no mar no vento na boca das searas
o maior amor do mundo somos nós
cobrindo a solidão de pedras raras.

Dizer tudo o que eu digo nunca basta
pois para ti não chegam as palavras
"meu amor" é uma expressão que já está gasta
mas tem sempre um aroma de ervas bravas.

É por ti tudo o que faço e digo e chamo
por ti eu tudo invento e tudo esqueço
dou tudo o que há em mim quando te amo
mas nem sei meu amor se te conheço.
***

Quero-te para além das coisas justas
e dos dias cheios de grandeza.
A dor não tem significado quando ma roubam as árvores,
as ágatas, as águas.
O meu sol vem de dentro do teu corpo,
a tua voz respira a minha voz.
De quem são os ídolos, as culpas, as vírgulas
dos beijos? Discuto esta noite
apenas o pudor de preferir-te
entre as coisas vivas.

***
Foto de Élia Morais Araújo.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=515262375256346&set=a.139862522796335.28515.100003177647296&type=1&theater
Dia 289. (excerto)

Vem a chuva, não vem a chuva, e o meu amor tem a profundi-
dade das raízes da macieira, a cor e a doçura das maçãs, a plas-
ticidade da nuvem, a paciência da água.

O amor é rútilo e agita-se como um peixe que viajasse por den-
tro do corpo até atingir o coração, em festa, em êxtase, em an-
tecipação aos céus negros e às tempestades que podem desabar.

Vem a chuva, não vem a chuva, e o meu amor requer para si to-
do o tempo do mundo, todos os frutos da ternura que as mãos 
podem colher na árvore do corpo. Sagrado é esse amor em que
o espírito se fez carne, em que a carne se fez chama e em que a
chama se fez vida. Sagrada é a beleza desse pássaro sensível, le-
ve e misterioso que descansa no orgulho dos amantes.

Vem a chuva, não vem a chuva, e o meu amor empurra-me para
um círculo que é o centro do mundo, que é o centro da vida, pa-
ra que seja feliz nesse espaço e neste tempo, o tempo de saber
que nada tem um preço mais caro que o amor, mas que todos,
até os indigentes, o podem suportar.