15/04/2015

9.940.(15ab2015.7.33') Comemorações do 25 de abril na Cela Velha...Humberto Delgado...Assembleia Municipal solene do 25 de abril 2016.15.30'

a CDU defende comemorações com envolvimento das colectividades ... das escolas...
Defendemos a Semana das Colectividades entre 25 e o 1º de maio...
O desfile que a NUCCA realizou em 1999 ou 2000...
***
2016
via site da Câmara:

https://www.facebook.com/municipioalcobaca/photos/a.180120852070484.45234.136327826449787/1016671301748764/?type=3&theater
A Cela Velha, acolhe entre 25 de Abril e 18 de Setembro de 2016 na Praça Humberto Delgado, a exposição “Fragmentos de Liberdade. Humberto Delgado e a Cela: 40 anos” dedicada à evocação das quatro décadas do monumento a Humberto Delgado do escultor José Aurélio e do arquiteto Artur Rocha. 

A presente exposição comissariada por Alberto Guerreiro, Iva Vieira e pelo próprio José Aurélio, assume-se como uma instalação museográfica ao ar livre, evocativa do sentido histórico, artístico e sócio-cultural inerente à edificação e permanência ao longo dos 40 anos do monumento ao General Sem Medo.

Percorrendo uma linha cronológica a exposição documenta as ocorrências e vicissitudes comunitárias da população em paralelo com o percurso desta obra escultórica no momento da exaltação à figura de Humberto Delgado.

A inauguração está marcada para as 12h00 e insere-se nas comemorações do 25 de Abril do Município de Alcobaça.


https://www.facebook.com/events/222032584832690/
*
na Cela Velha

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1090345464340447&set=pcb.1090348331006827&type=3&theater

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1090345461007114&set=pcb.1090348331006827&type=3&theater
***
Abel Manta e a descolonização

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1073865945993323&set=gm.1046768415396871&type=3&theater
***
Comemorações do 25 de Abril
*
Município evoca cinquentenário da morte de Humberto Delgado
Via site do município
A celebração dos 41 anos do “25 de Abril” será este ano assinalada pela Câmara Municipal de Alcobaça em paralelo com a Evocação do Cinquentenário da Morte de Humberto Delgado (1965-2015).
A cerimónia de homenagem decorrerá junto ao monumento em sua memória, na Cela Velha a partir das 11:30 e inclui uma interpretação do Hino pela Academia de Música de Alcobaça, intervenção do Presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Paulo Inácio, Sobrevoo de Aviões do Aero Clube de Leiria, apresentação do livro “Meu Pai, o General Sem Medo – Memórias – de Iva Delgado”, por Dr. Álvaro Laborinho Lúcio, e leitura de excertos pelo poeta Nuno Guedes.
A cerimónia servirá igualmente para reinaugurar a Praça Humberto Delgado recentemente sujeita a trabalhos de melhoramento e requalificação.
Às 12:30 haverá Deposição de coroa de Flores no monumento do General Humberto Delgado Cela Velha seguida de um almoço na Praça Humberto Delgado. Em Alcobaça, pelas 15h, será também deposta uma coroa de flores no monumento do 25 de Abril, na Praça João de Deus Ramos para depois dar início, às 15:30, à Sessão Solene da Assembleia Municipal de Alcobaça no Auditório da Biblioteca Municipal.
Em paralelo o Município convida toda comunidade para participar no “Caminhar em Liberdade”, uma caminhada de 6,5 km com partida e chegada frente ao Mosteiro de Alcobaça, a partir das 10:30.
À noite, o grupo T.A.P. (Pombal) apresenta, a peça “Romeu e Julieta” no Cine-Teatro de Alcobaça João D’Oliva Monteiro. O espetáculo tem início às 21:30h e enquadra-se no Festival “Ao Teatro!” que decorre no concelho de Alcobaça de 18 a 26 de Abril, organizado por “Gambuzinos com 1 pé de fora”
***

https://www.facebook.com/468902759851708/photos/a.468913473183970.1073741828.468902759851708/834594359949211/?type=1&theater
***
aqui ficarão os registos das principais intervenções
esboço da Clementina Henriques pela CDU:
Na comemoração do 41 aniversário do 25 de Abril de 1974 a CDU saúda, com alegria, todos os Alcobacenses e demais presentes, trazendo à memória as diversas conquistas então conseguidas para a sociedade portuguesas, com superior destaque para o fim de 48 anos de ditadura, para as profundas transformações sociais e económicas, para a instauração da liberdade para os portugueses, para a valorização do ser humano e da sua identidade, para a democracia.
Como não podia deixar de ser, todos aqueles que defendem os valores da Liberdade, da Justiça e da Democracia estão hoje, e mais uma vez, aqui, e por tantos palcos onde se vive Abril, reunidos para comemorar uma das datas maiores da História de Portugal, de quase 900 anos, a data que ficará, para sempre, na história como o dia em que Portugal deu os seus primeiros passos em direcção à democracia. Por isso saudamos, em liberdade, o 25 de Abril de 1974, momento das nossas vidas que ficará marcado na Historia da democracia Portuguesa.
Porém, o contexto que a nossa sociedade atravessa, de uma crise profunda e longa, que não escolhe idades nem género, que paulatinamente vai retirando os frutos de uma luta intensa, consciente, pela qual tantos perderam a vida, retira-nos, por um lado, o brilho que era suposto esta data carrear aos nossos olhos, mas por outro estimula-nos o entusiasmo para enfrentar novos, e alguns velhos desafios, e conjuntamente, poder local, colectividades, associações e clubes, cidadãos em geral, nos associarmos, pelos valores e princípios de Abril, por uma sociedade livre, justa e solidária.
Sabemos e sentimos que Portugal vive um dos mais graves períodos da nossa história, o mais difícil desde o 25 de Abril. Um período de confronto político com os ideais e valores de Abril, com quase tudo o representou de conquistas, de realizações e transformações sociais.
Sabemos e sentimos que Portugal vive uma grave e profunda crise económica e social, fruto de um profundo endividamento, de politicas desastrosas, de uma elevada alienação que poe em causa a nossa autonomia;
Sabemos e sentimos que se agrava, dia a dia, a exploração dos trabalhadores e a degradação dos seus direitos, que se limitam as liberdades do povo português, que a exclusão aumenta, que o Pais empobrece, que milhares de portugueses são empurrados para o desemprego, para emigração, com impactes incompensáveis na vida das famílias e no futuro de Portugal e dos portugueses.
Mas Abril é de esperança, é de objectivos, é de construção, é de futuro. Em Abril afirmamos, sem dúvida, a indignação e recusa da política dirigida contra os trabalhadores, contra o povo e o País, em que se insere o ataque ao Poder Local Democrático e ao que ele representa de espaço de afirmação e realização de direitos e aspirações populares, mas afirmamos a força e determinação pela democracia, a liberdade, pela paz e o desenvolvimento de Portugal.
Saudamos o 25 de Abril e todos os democratas e apelamos à defesa e afirmação do Poder Local Democrático como conquista de Abril e de defesa dos interesses e direitos das populações.
Viva o 25 de Abril
Viva Alcobaça e todos os Alcobacenses

Alcobaça 25 de Abril de 2015
*
no ano passado foi o João Paulo

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=980105548675387&set=ms.c.eJw9lMmRBTEIQzOasjGb809s~_ksWx1dssqD79trLt3VWhN2~%3BS962Vnf6cBy3feuxMR4~_zPolDsaHG~_xT38jf5~%3BFZ5C2~_yD~%3B52Ats~%3BTgXeMfjuL96b1N8kzW~%3Bobeu9Db6VavfXWT1u05~_emJBn~%3Bsw~%3BPpkitkvW3x~%3Bfq2r~_Gb9Uf0Oxo8YfriJ6afLz6CfJT~%3BjLNSX5h3WL9U79J2Z7~%3BC~%3B7PkfsRiXnm~%3BAr1~_k2BHvyW~_y~_ifuYWmfkYF4qT6bcektw~%3BzRV3z~%3BETfnm~_rvAWu~%3BH6O~%3B6733kt~_~_c3HeevNyY17mESfy7fVL~_nvkb1oi359feX56vnPPYcbPMOrX5ONeU~%3BeaDv9M30t6MK554eiv7ycD~%3BazvMPJ1DxnB~%3BOEmq1~%3BCH9M9ZCZZ703c52fTY~_4jtY~_sQ5afRb3jZ7N~%3BqL6bfIahZ~%3Bxs~_PEdxeNLPS49F3pi9F72k7~_1NvqtEgfz1zDjyt~%3BYV98U4~%3Bv9zlSMezF77yvDvdpWPvcf2n8Z3tP6f9TBvrp8GPWj7zB~%3B9PF~%3BFfpffaeCeISY~%3BbT~%3B73P49dvyq5JxVzwL8Zlf7HfiH~%3BpIKbg~-.bps.a.980104052008870.1073741859.100000278548473&type=1&theater
***
25abril2009
Não passam cavaco ao vereador da CDU, nem sequer para as comemorações do Dia da Liberdade.
É claro que eu acho mbem que haja "caminhar&jogar"...
Os cartazes, os folhetos e toda a produção gráfica da Câmara é excelente, com a magnífica trabalhadora Ana Alves a produzir, a produzir...
Mas falta algo neste cartaz!!!!!!!!!!!
Liberdade não pode ser representada por uma sapatilha!!!
Fui verificar ao site da câmara, que aconselho
e respiguei:
"O Município de Alcobaça prepara mais um ano de Comemorações do 25 de Abril.
Como tem vindo a ser prática nos últimos anos, o Desporto e o teatro de marionetas marcam este dia.
Para este ano a autarquia propõe:
DESPORTO "Caminhar & Jogar em Liberdade"
10H30: CAMINHADAPartida/chegada: frente ao Mosteiro de Alcobaça Distância: 3000 MInscrições até 24 de Abril (oferta de água e t-shirt)
11H » 18H: SPINNING FOR FREEDOM’09
12H » 13H: JOGOS TRADICIONAIS
14H30 » 18H: TORNEIO FUTEBOL 3X3 (Courts de Ténis de Alcobaça)
Inscrições até dia 23 de Abril (limitadas a 24 equipas - máximco - 4 elementos por equipa) ESCALÃO 1: 13 A 15 ANOSESCALÃO 2: MAIORES DE 15 ANOSPRÉMIOS 3: primeiras classificações e de participação
Saiba mais aqui
TEATRO MARIONETAS
Depois de um dia cheio de movimento, o Município convida os munícipes e visitantes a assistirem à peça “A VER NAVIOS - D. JOÃO VI VS CARLOTA JOAQUINA” dos S.A. Marionetas - Teatro&Bonecos, pelas 21h30, no Cine-Teatro de Alcobaça.
HistóricoS.A. Marionetas - Teatro&Bonecos 1807, Novembro. Quase às portas de Lisboa as tropas de Napoleão ameaçam fazer capitular o Rei, como já aconteceu por toda a Europa e mesmo com a vizinha Espanha com quem tinha anteriormente feito uma coligação.
No gabinete D. João VI reúne com os seus conselheiros. Tem que decidir se entra no Bloqueio Continental decretado por Napoleão contra os Ingleses, ou se parte numa viagem jamais feita por um monarca europeu contando com o apoio dos “sempre presentes e velhos aliados” Ingleses.
Em Lisboa, capital do reino corre-se desenfreadamente. Finalmente foi tomada a decisão há muito pensada e por todos adiada. A corte vai partir numa viagem inédita. Transfere-se a Rainha, o Príncipe Regente, a Princesa sua mulher, os príncipes e as princesas, ministros, conselheiros, tesoureiros, secretários, esmoleres, alcaides, escrivãos, criados, pratas, livros, ouros, quadros, porcelanas… para o outro lado do oceano.
INFORMAÇÃO ADICIONAL
Texto original: Sofia Vinagre, José Gil, Natacha Costa Pereira e Rui SousaDirecção de manipulação: José Gil e Rui SousaConstrução das marionetas: Sofia Vinagre, Natacha Costa Pereira e José GilFigurinos das marionetas: Sofia VinagrePintura das marionetas: Natacha Costa Pereira e Rui SousaFigurinos dos marionetistas Maria Luisa Valbom Gilmarionetistas José Gil, Natacha Costa Pereira e Sofia VinagreMúsica original Rui SousaMúsico Rui Sousacontra-regra Rui SousaPintura dos cenários Natacha Costa PereiraEstruturas cénicas José GilPesquisa Sofia Vinagre e Natacha Costa Pereira
Co-produção S.A.Marionetas e Cine-Teatro de AlcobaçaEspectáculo integrado nas comemorações oficiais dos “200 Anos Portugal – Brasil”
GRANDE AUDITÓRIOPREÇO• Público em geral 8€• Escolas 2.5€
DURAÇÃO 50’ [S/INTERVALO]
Como podem verificar encontrei mais 1 evento magnífico dos SAMarionetas
no dia 25 de Abril, mas com 1 convite caríssimo para Dia da liberdade...

Aguardemos + episódios nesta Liberdade não partilhada da maioria PSD/Sapinho