04/05/2015

7.537.(4maio2015.7.7) Neste dia...5maio...vou rELEVAR: 50.avÔ, Karl Marx, Jaime Salazar Sampaio, Mário Quintana, Arianne, Adele e a poesia de Joaquim Pessoa:

2018
2/50aVÔ
aquELA pRENDA
D' aniversáRIO
DO OCEANO ATLÂNTICO
2 BOLSOS CHEIOS DE AREIA
para mostrar como é a vida:
susto de poder morrer
com a onda a fazer a tremer-me
não a da frente
mas a que me atacou por trás..
***
2017
UM+50avÔ
reSOLver uma questão
                          que proCURO
                                             soluAÇÃO
aconTECE
por x
duma forma inesperada...
ao aCORdar, nos restos dos sonhos
a trabalhar noutra coisa
a dormitar no sofá
em viAGEm
ouvindo o MARulhar do mar
                     ou das braças dos pinheiros
                         ou do inTENSO chilrear da passarada
                                                         na laranjeira do meu quintal
 ou após delíquios MARavILHA
ou na chuveirada
ou
***
2016
50.avÔ
Amizade é muitoooooooo
Não queiras deixar-me de ser teu amigo

amor é óptimo e tem de ser
quase sempre
paixão
e quase sempre é efémero

a não ser o amor paternal, fraternal, filial...

mas a amizade pode ser infinita
com o essencial: VIVERdade
acrescentar + belos momentos
a fazermos o que gostamos
*
a beleza da vida
a natureza a surprender-nos
***
2018
15h
1.ª DESCIDA LOUCA dos Guizos...sMARtinhooooo
org. do Concha Azul
carrinhos de rolamentos
*
16h...poesia de Mário Cordeiro
auditório da Biblioteca
 Foto de Jorge Pereira de Sampaio.
 https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10216689052084097&set=a.1147281327614.2022918.1394994988&type=3&theater
*
...Hj, atenção a quem está ou vai ao Porto (Rua das Taipas, 135): inauguração d' exposição do alcobacense...Vou lá um dia destes...
Tomás Abreu
 https://www.facebook.com/events/245961292808484/
***
2016...memórias deste dia:
S.marTINHOOOOOOO by Nanda Sereno
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1260199430676439&set=pcb.1260199550676427&type=3&theater
***
5 de maio, Dia da Língua Portuguesa e das Culturas 
(no plural porque são várias), efeméride assinalada oficialmente em 49 países.

Muito interessante esta iniciativa em Cuba.

http://www.granma.cu/cultura/2017-05-02/debut-en-cuba-de-cine-en-lengua-portuguesa-02-05-2017-22-05-16

***

hj é DM higienização das mãos...há que lavar bem as mãos...MAS NÃO À PILATOS...há que corAGIR com td a convicção!!!
A Organização Mundial da Saúde (OMS) comemora neste domingo, 5 de maio, o Dia Mundial da Higienização das Mãos. A data associa o quinto dia do quinto mês a cinco momentos da higiene das mãos: antes de contacto com o paciente, antes de realizar procedimento asséptico, após exposição a fluidos corporais, após contacto com um paciente e após contacto com áreas próximas ao paciente.

O ato de higienização previne doenças e reduz infecções, explica a farmacêutica-bioquímica Luciana Barbosa, doutora em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP) e especialista em saúde da pele do trabalhador e em gestão da infecção hospitalar.

— Transformar a lavagem das mãos e o uso do álcool em gel em um hábito frequente é benéfico para todos e pode salvar mais vidas — ressalta Luciana.

Essas providências são ainda mais importantes em períodos de mudança de estação, quando as alterações no clima aumentam a circulação do vírus influenza, ocasionando um festival de espirros, coriza e tosse desencadeados por gripes, resfriados e alergias.

Segundo dados do Ministério da Saúde, pelo menos 2 mil pessoas morrem por ano no Brasil em consequência da gripe sazonal, a mais comum.

De acordo com o Centro de Controle e Prevenções de Doenças dos Estados Unidos (CDC) e a Agência de Saúde Pública do Canadá, a proliferação do vírus da gripe cresceu este ano na América do Norte, que se deparou com alguns tipos de influenza mais difíceis de serem combatidos.

O Dia Mundial da Higienização das Mães foi introduzida pela OMS em 2007. A campanha Salve Vidas: Higienize as Mãos, objectiva melhorar a limpeza das mãos e reduzir as infecções relacionadas com a assistência à saúde, protegendo a segurança de pacientes, profissionais e demais usuários dos serviços de saúde, além de consciencializar, principalmente, pacientes e profissionais de saúde, de que esta é uma medida eficaz e prática para prevenir doenças e infecções contagiosas.https://www.facebook.com/photo.php?fbid=4270880624843&set=a.1029365188983.3914.1670949754&type=3&theater
***
Hj ainda é: Dia Internacional da Parteira (ou Dia Internacional do Enfermeiro especialista em Saúde Materna e Obstétrica/Parteira), Dia Mundial do Trânsito e da Cortesia ao Volante,  e Dia Mundial da Asma
***
1818
Karl Marx
 "A dívida pública tornou-se uma das mais enérgicas alavancas da acumulação original. Como com o toque da varinha mágica, reveste o dinheiro improdutivo de poder procriador e transforma-o assim em capital, sem que, para tal, tivesse precisão de se expor às canseiras e riscos inseparáveis da sua aplicação industrial e mesmo usurária. Na realidade, os credores do Estado não dão nada, pois a soma emprestada é transformada em títulos de dívida públicos facilmente negociáveis que, nas mãos deles, continuam a funcionar totalmente como se fossem dinheiro sonante. Mas também – abstraindo da classe dos que desocupados vivem de rendimentos assim criados e da riqueza improvisada dos financeiros que fazem de mediador entre governo e nação, como também da dos arrendatários de impostos, mercadores, fabricantes privados, aos quais uma boa porção de cada empréstimo do Estado realiza o serviço de um capital caído do céu – a dívida do Estado impulsionou as sociedades por acções, o comércio com títulos negociáveis de toda a espécie, a agiotagem, numa palavra: o jogo da bolsa e a moderna bancocracia."
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/03/765114mar201477-ha-131-anos-morre-karl.html
***
1925
Jaime Salazar Sampaio


"ficou da infância a febre
de correr parado
pelas estradas

podes chamar-lhe versos
são viagens

ficou da infância a fisga
de arremessar ao vento

podes chamar-lhe versos
são pedradas"
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2016/04/814113abril201677-jaime-salazar-sampaio.html
***
1947...Catalina Pestana... “Hoje sou uma pessoa melhor porque mergulhei no sofrimento indizível de mais de uma centena de miúdos”
 "Se eu fosse discreta não tinha havido processo. Vou carregar este fardo a vida toda com muita honra.” 
 “Quem está em julgamento é a guarda avançada, o grosso da coluna está cá fora”
 “Pode haver pedofilia na Casa Pia, em qualquer outra instituição do mesmo cariz, na minha casa, na casa de cada um de nós”
 “Nada ultra-passará as feridas que foram reabertas vezes sem conta com o processo casa Pia”
 “há uma Justiça para os pobres e outra para os ricos e poderosos. Se eu tinha dúvidas, perdi-as completamente” 
“Os miúdos contaram-me coisas horríveis. De tal maneira que Quando alguns saíam do meu gabinete eu vomitava.”
 https://uniralcobaca.blogspot.com/2018/12/947226dez20181001-catalina-pestana.html
***
 1981...morreu na prisão Bobby Sands...católico do IRA, da Irlanda do Norte...após 66 dias de greve da fome
"Em 9 de abril, no meio da greve, Sands foi eleito para uma cadeira vacante no Parlamento britânico pelo distrito Fermanagh e South Tyrone, na Irlanda do Norte. O Parlamento, contudo, aprovou em seguida legislação para impossibilitar que condenados cumprindo pena em prisão fossem eleitos para o Parlamento.

Sua eleição e temores de violência no caso de morte atraíram atenção internacional para o protesto de Sands. Em sua última semana de vida, o papa João Paulo II enviou um representante pessoal a fim de instar Sands a suspender a greve. Ele recusou.

Em 3 de maio entra em coma e, no começo da manhã de 5 de maio, falece. Confrontos de rua explodem em Belfast durante dias e dezenas de milhares de pessoas acompanharam os seus funerais em 7 de maio.

Após a morte de Sands, a greve de fome prosseguiu e mais 9 homens perderam a vida antes que fosse suspensa em 3 de outubro de 1981, sob intensa pressão da Igreja Católica e dos familiares dos prisioneiros.

No dia seguinte ao fim da greve, o governo da primeira-ministra Margaret Thatcher concordou em ceder a algumas das exigências dos prisioneiros, inclusive o direito de trajar roupas civis e de receber correspondência e visitas. Foi-lhes permitido também mover-se mais livremente dentro do presídio e não mais estarem sujeitos a pesadas penalidades por recusar trabalhos prisionais. Todavia, nenhum reconhecimento de status de preso político lhes foi concedido."
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2017/05/60455maio201777-bobby-sands.html
***
1994...morreu Mário Quintana...1 vivaaaaaaaaa à sua obra
"Maravilhas nunca faltaram ao mundo, o que sempre falta é a capacidade de senti-las e admirá-las."
"O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você."
"Nos foram dadas duas pernas para andar, as duas mãos para segurar,dois ouvidos para ouvir, dois olhos para ver … mas por que só um coração? Porque o outro foi dado a alguém para nos encontrar."

"O apanhador de poemas
Um poema sempre me pareceu algo assim como um pássaro engaiolado... E que, para apanhá-lo vivo, era preciso um cuidado infinito. Um poema não se pega a tiro. Nem a laço. Nem a grito. Não, o grito é o que mais o espanta. Um poema, é preciso esperá-lo com paciência e silenciosamente como um gato. É preciso que lhe armemos ciladas: com rimas, que são o seu alpiste; há poemas que só se deixam apanhar com isto. Outros que só ficam presos atrás das catorze grades de um soneto. É preciso esperá-lo com assonâncias e aliterações, para que ele cante. É preciso recebê-lo com ritmo, para que ele comece a dançar. E há os poemas livres, imprevisíveis. Para esses é preciso inventar, na hora, armadilhas imprevistas."
  em “Da preguiça como método de trabalho”,
pág.234
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2012/03/557319marco2012838-as-maos-de-meu-pai.html
***
1984
Arianne
https://www.youtube.com/watch?v=qklWnTVuodA&list=RDqklWnTVuodA#t=2
***
1985
Adele
https://www.youtube.com/watch?v=hLQl3WQQoQ0&list=RDhLQl3WQQoQ0
***
 e a poesia de Joaquim Pessoa
https://www.facebook.com/ALuaVoa/photos/a.746679182114157.1073741828.746659858782756/771376719644403/?type=1&theater
É provável, sim, é provável que ainda a ame, que ame nela o que antes soube amar, a cabeleira escura, o ventre inquietante, o peito guardando a alegria de um coração solar. Os meus olhos profundos sempre a contemplaram visivelmente perturbados, até mesmo perdidos, quando ela caminhava abrindo rasgões no ar que se fechavam depois à sua passagem para cingir-lhe os braços, os seios e as ancas. A sua boca tremeu na minha com a sede da música e o seu contacto era o do musgo e o da cinza, e dessas cerejas maduras pelo lume de maio. Não sei se estou a endeusá-la ou se ela é uma deusa. Não sei mesmo se conseguirei dizer dela quanto gostaria. Ela está tão perto do meu corpo que a minha pele se acende, e tão longe dos meus olhos que só poderei lembrá-la. Fizémos muito amor e sempre muitas vezes, sem que entre nós esvoaçasse uma minima sombra. Quando ficávamos tristes, é que o espanto crescia até ao minuto primeiro da tristeza. É uma mulher maravilhosa, o seu nome que importa?, tão frágil como um menino inocente, assim desamparada, correndo para a loucura como antes correu para os meus braços. Nenhuma paixão poderia doer-me mais. Nenhuma ternura poderia mimar-me tanto. O meu poema é uma casa erguida com a sua beleza, onde ela entra e de onde sai e algumas vezes se demora. Poderei dizer que o meu coração é uma sala vazia? A sua recordação ainda me perturba e disso tenho consciência. Amo-a ainda, ou não a amo já, é impossível dizer. Mas é provável, sim, é provável que ainda a ame.
 in 'Ano Comum'

*
GUARDAREI O FOGO (excerto)
*
Escreve-me como se ainda me amasses.
E eu guardarei o fogo. Dar-te-ei o sol. Talharei o sílex
para o coração azul do pássaro. E o tecido dos beijos
para vestir a pele das coisas mais agrestes.

Dividirei com a tua boca o feroz vinho da juventude
e cantarei contigo os salmos da paixão.
in
O POETA ENAMORADO (Os Poemas de Amor)
Prefácio de Guilherme Antunes. A publicar em breve
por Editora Edições Esgotadas.
*
https://www.facebook.com/Poetaspoemasepoesias/photos/a.381985865181535.83536.381791518534303/817194388327345/?type=1&theater
ENCONTREI-TE...

Encontrei-te em todas as noites que não pude ter-te, 
que não pude ver-te, não pude tocar-te.
Encontrei-te porque nunca saíste do meu corpo, dos meus pensamentos, da minha voz, dos versos mágicos que a vida escreve para mim.
Encontrei-te no aroma dos meus cabelos, na lembrança iluminada do teu último sorriso, e também nessa penumbra quente que um dia retirei das tuas coxas.
E fiz amor com o silêncio que deixaste.
Encontrei-te no meu olhar perdido, na tristeza das rochas, na infidelidade das ondas e no infindável território que a inquietação me deu a conhecer.
Encontrei-te na procura. Enquanto me doía procurar-te. Enquanto me desesperava saber de ti, reconhecer-te em tudo, em todos, em limites, indiferenças, solidões, vazios, secretos entusiasmos.
Encontrei-te debruçada no parapeito onde as crianças cantam com as vozes luzindo e penetrando em mim, como sempre penetrei em ti, cheio de coragem e de medos, pesquisador de estrelas, amante curvado sobre a tua boca, essa estrela úmida que sempre me soube ao vento adocicado da nudez.
Encontrei-te, ainda amarrada em mim, pedindo tudo, não exigindo mais do que a terra pede à chuva, na embriagante dor das cerejeiras que querem florir, como o teu corpo floria em minhas mãos e a tua voz nos meus ouvidos.
Encontrei-te, sim, sem precisar sequer de procurar-te.