01/03/2018

6.480.(1mar2018.7.7') REFLEXOTERAPIA

***

REFLEXOLOGIA: A TERAPIA QUE CUIDA DOS SEUS PÉS

reflexologia é uma terapia que trata áreas específicas do corpo humano, como as plantas dos pés ou as palmas das mãos. Esta terapia acredita que existem pontos reflexos nas mãos e nos pés, relacionados com todos os órgãos, glândulas e membros do corpo.
Numa sessão de reflexologia, o primeiro passo é preparar o organismo para receber o tratamento, através de uma sessão de relaxamento. Seguidamente, vão ser realizadas massagens com as mãos, que pretendem estimular o sistema urinário, linfático, reprodutor, digestivo, imunitário, circulatório, endócrino, respiratório, muscular, esquelético e nervoso. O tratamento vai terminar com técnicas de relaxamento, que desbloqueiam a energia e ajudam a eliminar as toxinas do organismo.
O objetivo da reflexologia é obter uma resposta positiva dos órgãos que vão ser estimulados, através da pressão nas zonas reflexas das mãos e dos pés, obtendo um funcionamento harmónico de todo o corpo.

Uma Terapia Relaxante

reflexologiareflexologia é uma terapia que ajuda o paciente a relaxar, a restabelecer o equilíbrio e a melhorar a sua saúde, de forma eficaz e duradoura. Esta não tem contra-indicações e pode ser realizada, simultaneamente, com outras terapias.
Além de tratar todo o organismo, através dos pés, esta terapia também trata os próprios pés, recuperando a sua mobilidade e elasticidade, com manobras de alongamento, rotações e flexões. Nos pés encontram-se muitos nervos, que fazem com que esta terapia tenha um efeito relaxante e calmante.
reflexologia não é um tratamento médico. Trata-se de uma terapia alternativa que serve de complemento à medicina tradicional, facilitando o processo do tratamento.
Esta terapia ajuda a eliminar problemas causados por doenças, devolvendo ao corpo o seu estado de equilíbrio. A reflexologia ajuda a relaxar, melhora a circulação sanguínea, a oxigenação e atua no sistema nervoso, de forma a equilibrar o organismo naturalmente.

Reflexologia E As Suas (Contra)Indicações

Todas as pessoas podem usufruir de tratamentos de reflexologia, desde bebés, crianças, adultos e idosos, pois esta terapia ajuda a prevenir doenças, o que faz dela eficaz em qualquer faixa etária. A técnica utilizada tem como objetivo equilibrar o corpo e a mente, pois esta estimula os órgãos do corpo humano, para que estes encontrem a harmonia e se curem a si próprios.
Qualquer pessoa, de qualquer idade, pode usufruir desta técnica. A reflexologia é muito recomendada para crianças, pois:
I. Fortalece a relação, entre o pai, a mãe e o bebé.
II. A criança sente-se apoiada desde os seus primeiros dias de vida.
III. Ajuda o bebé a adaptar-se ao meio envolvente e a ter um sono mais tranquilo.
IV. Previne as cólicas e a acumulação de gases.

Quais Os Benefícios Da Reflexologia?

Relaxa a tenção nervosa e muscular: logo no início da sessão, a pessoa é induzida a um estado de relaxamento, através da estimulação de pontos específicos. Habitualmente, o ambiente envolvente é relaxante, calmo e confortável. O relaxamento inicial é muito benéfico para todo o processo de tratamento, podendo prolongar-se por horas ou dias, após terminar a sessão.
Alivia situações de dor: a sensação de prazer e de bem-estar, proporcionadas pelo relaxamento, liberta um conjunto de hormonas, que vão desencadear mecanismos para aliviar a dor.
Provoca um relaxamento profundo: o nível de relaxamento pode levar a que a pessoa adormeça, durante a sessão.
Melhora a circulação sanguínea e linfática: ocorre um aumento do fluxo sanguíneo nos pés, cérebro, rins e intestino.
Gravidez, parto e pós-parto: existem técnicas especiais para grávidas, que contribuem para o bem-estar da gestante. A reflexologia leva ao encurtamento do trabalho de parto e à diminuição dos analgésicos. Além disso, evita a depressão pós-parto e a ansiedade de lidar com um recém-nascido.
Pós-operatório: a reflexologia contribui para uma rápida recuperação pós-cirúrgica, através da redução da dor e do consumo de analgésicos.
http://www.gabinetedesaude.pt/reflexologia-a-terapia-que-cuida-dos-seus-pes-6880/
***
Via Wikipédia
Reflexoterapia é a utilização terapêutica da reflexologia. É uma técnica de tratamento por meio de estímulos em uma área reflexa. Reflexologia é o estudo das delimitações destas áreas, assim como as suas funções e ações diante das patologias humanas. É um dos recursos da medicina natural, holística, ou medicina complementar, anteriormente conhecida como medicina alternativa, e também considerada por setores hegemônicos do atual paradigma científico da prática médica como pseudociência.
O Engenheiro Eletricista Frank Toshioka é um dos maiores estudiosos do Brasil do assunto Reflexoterapia.
Observe-se que a utilização do termo "reflexo" possui vários significados e diferentes usos na história da medicina, além da clássica e conhecida reflexologia pavloviana ou de origem russa. Identifica-se nas concepções de René Descartes (1596-1650) da fisiologia dos movimentos musculares, uma das mais antigas utilizações deste termo.[1] É comum, também, especialmente nos textos de medicina alternativa, a atribuição ao médico americano William Fitzgerald (1872–1942), que teria iniciado a reflexologia a partir de suas observações no Hospital St. Francis de Connecticut (Estados Unidos), onde ocupou o cargo de chefe do departamento de otorrinolaringologia.[2][3] O doutor Fitzgerald, juntamente com Edwin F. Bowers, são autores do livro "Zone therapy; or, Relieving pain at home" (publicado em 1917 por I. W. Long, Publisher e disponível na California Digital Library), que, como o nome indica, destacava o efeito analgésico de estimulações em determinadas áreas (zonas) do corpo.
Outra atribuição de origem vem do integrante do Hospital Laennec de Paris da década de 50, Louis Van Steen, que praticava a técnica de estimulação direta da coluna vertebral, tanto influenciado pelas concepções de dermátomos como pela medicina chinesa divulgada na França por G. Soulié de Morant (1878-1955). Este autor nos aponta, como origem, o "Traité de reflexothérapie" de Albert Leprince (1924) e as contribuições do doutor Albert Abrams (1863–1924), autor do livro "Spondylotherapy, physio and pharmaco-therapy and diagnostic methods based on a study of clinical physiology" (publicado pela Philopolis Press em 1918 - disponível na Open Library), pelo que consta, inspirado nas técnicas da osteopatia e quiropraxia.[4]
Do In, de origem japonesa, e o Tui Na, de origem chinesa, são notavelmente semelhantes aos procedimentos de algumas técnicas também conhecidas como reflexoterapia, embora fundamentem-se em concepções das tradições orientais relativamente próximas entre si e distintas das concepções científicas da medicina ocidental.
*

*
Resultado de imagem