09/10/2014

8.868.(9out2014.12.9') ECBenedita

***
5jun2017
Presidente da Câmara reúne com a SE adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, amanhã às 16h...por causa da ameaça de corte de 3 turmas do 10º ano no ECBenedita...Espero que desta x comece asSIM: Nós...Nós...Nós estamos unidos à volta do ECB que é a Escola Pública da Benedita (do 3.º ciclo e secundário)...
***
4jun2017
tenho-me esquecido da lei:
Carta Escolar assinada pela ministra Lurdes Rodrigues e Gonçalves sapinho
ainda não foi revista...
***
3jun2017
+1 título de boas práticas para o ECBenedita d' ALCOBAÇA que vos abRRaça...1 super escola solidária...7.ª edição do programa ESCOLAS SOLIDÁRIAS da EDP...
Foto de Marisa Serrazina.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1416207941751856&set=p.1416207941751856&type=3&theater
*
3jun2017...depois da sessão d' esclareCIMENTO...há unir de todos à volta do ECBENEDITA...para ponderar a proposta do Presidente da cooperativa, Nuno Sardinha: transformar a parte educativa do ECBENEDITA em escola pública que é o que é...e o ECB ir para novos projectos...a certeza dada pelo Director Nuno Rosa de que há soluções para que tds os alunos fiquem no 10º ano no ECBenedita mesmo que não haja a solução política que tds esperamos E LUTAMOS...Isabel Matos pela associação de pais foi a única mulher na mesa E tem 1 texto magnífico em defesa do ECB e como bem alertou que nesta época de exames urge dar calma à essência, aos alunos...Cristóvão 1 alto jovem!!!...
Foto de Rogério Manuel Madeira Raimundo.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10211855066523527&set=a.1081356805590.12781.1576428905&type=3&theater
***
2jun2017
Foto de Rogério Manuel Madeira Raimundo.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10211847153845715&set=pcb.10211847154165723&type=3&theater
Hj há sessão de esclarecimento na Casa da Vila da Benedita d' Alcobaça que vos abRRaça...sobre a ameaça de cortes de turmas no ECBENEDITA...Deputado Bruno Dias do PCP requereu, ontem, informação ao governo, no seguimento de reuniões havidas há 1 ano e perante esta inesperada posição do governo PS..."Assunto: Situação atual e perspetivas futuras do Externato Cooperativo da Benedita (Concelho de Alcobaça, Distrito de Leiria) ...
*
Comunicado da CDU sobre o ECBenedita
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2017/06/61602jun20171818-comunicados-de.html
*
a junta de freguesia da Benedita tb está solidária:
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10211847153845715&set=pcb.10211847154165723&type=3&theater
*






Benedita: Defesa do Externato chega à Assembleia da República pela mão do PCP


O Grupo Parlamentar do PCP questionou o Governo, na Assembleia da República sobre o fundamento e análise que estiveram na base da decisão do corte no número de turmas financiadas pelo Estado ao Externato da Benedita e que medidas serão desenvolvidas para uma reponderação destas decisões relativamente à abertura de turmas para o próximo ano letivo.
“Considerando os alertas e as críticas de responsáveis e docentes do Externato Cooperativo da Benedita, é fundamental ter presente as potenciais consequências de uma decisão que venha colocar em causa a viabilidade do ECB, com cortes ao seu funcionamento”, disse o deputado Bruno Dias. Salientando que “estamos perante a freguesia mais populosa do concelho, também das freguesias mais distantes da sede de concelho”, Bruno Dias realçou o fato de se tratar de “uma freguesia onde a oferta da educação pública termina no 6º ano”.
O PCP defendeu que “importa não compactuar com generalizações, mas sim contribuir para um debate sereno, construtivo e responsável, tratando de questões prioritárias da educação do nosso país, contribuindo para que as decisões a adotar sejam efetivamente as mais adequadas”.


*
http://petit-secrets.blogs.sapo.pt/o-erro-que-e-meter-tudo-no-mesmo-saco-754829
***
1jun2017
Bruno Dias deputado do PCP vai intervir hj na Assembleia da República sobre o assunto em defesa do ECBenedita...Tal como no ano passado!!!
 Bom dia
Recebi do Deputado do PCP Bruno Dias...
Boas lutas!...Cordiais saudações
Rogério Raimundo








Assunto: Situação atual e perspetivas futuras do Externato Cooperativo da Benedita (Concelho de Alcobaça, Distrito de Leiria)

O Grupo Parlamentar do PCP tem vindo a acompanhar o trabalho desenvolvido pelo Externato Cooperativo da Benedita e sua comunidade educativa, tendo tomado conhecimento da divulgação, pelo Ministério da Educação, da lista provisória que prevê somente a abertura de quatro turmas para o 10.º Ano (duas para o ensino regular e duas para os cursos profissionais). De acordo com a informação divulgada, não foi dada autorização para a abertura das nove turmas previstas necessárias para acolher os atuais alunos do 9.º ano deste estabelecimento de ensino.

Temos em conta que esta é uma instituição altamente relevante na comunidade local e até regional, com um projeto de longo prazo, com iniciativas inovadoras e importantes parcerias para o desenvolvimento integrado, cultural, social e a todos os níveis. Trabalham atualmente no Externato Cooperativo 84 professores, uma psicóloga e 32 funcionários.

Já no final do passado ano letivo (a 06-06-2016), o Grupo Parlamentar do PCP teve oportunidade de visitar o Externato Cooperativo e reunir com a sua Direção, tomando contacto direto com as condições da escola e o seu investimento em instalações e infraestruturas, bem como as informações que nos foram transmitidas sobre o projeto educativo e os quadros de docentes e trabalhadores em geral. Nessa ocasião foi possível testemunhar que não estamos perante um negócio de “colégio privado” em termos comuns, mas sim de um projeto sem fins lucrativos que aposta na qualidade e não no economicismo.

Considerando os alertas e as críticas de responsáveis e docentes do Externato Cooperativo da Benedita, é fundamental ter presente as potenciais consequências de uma decisão que venha colocar em causa a viabilidade do ECB, com cortes ao seu funcionamento. Estamos perante a freguesia mais populosa do concelho, também a freguesia mais meridional e logo por isso das mais distantes da sede de concelho (sendo que o estabelecimento de ensino da rede pública mais próximo está situado em Alcobaça, a 18 quilómetros de distância). Trata-se de uma freguesia onde a oferta da educação pública termina no 6º ano.
Tal como o PCP oportunamente sublinhou, importa não compactuar com generalizações, mas sim contribuir para um debate sereno, construtivo e responsável, tratando de questões prioritárias da educação do nosso país, contribuindo para que as decisões a adotar sejam efetivamente as mais adequadas.
Assim, ao abrigo da alínea d) do artigo 156.º da Constituição e nos termos e para os efeitos do artigo 229.º do Regimento da Assembleia da República, solicito ao Governo os seguintes esclarecimentos:

  1. Qual o fundamento e análise que estiveram na base desta decisão agora anunciada?
  2. Como avalia o Ministério da Educação a situação concreta do Externato Cooperativo da Benedita, e da sua comunidade educativa, o trabalho que ali tem sido desenvolvido e as medidas necessárias para a defesa dos interesses da comunidade local a este nível?
  3. Que medidas considera o Governo desenvolver no sentido de uma reponderação destas decisões relativamente à abertura de turmas para o próximo ano letivo?
*
SUBSCREVO as palavras do Luís Crisóstomo (sobre a ameaça de corte de 3 turmas no ECBenedita, para 2017.2018), nosso candidato pela CDU, a presidente da Assembleia Municipal d' ALCOBAÇA!
"Não há muito mais a dizer, parece que haverá muito mais antes a fazer! Colocar em causa a viabilidade do ECB, com cortes ao seu funcionamento, é estar totalmente descontextualizado da realidade. Na freguesia mais populosa do concelho, também a freguesia mais meridional e logo por isso das mais distantes da sede de concelho, uma freguesia onde a oferta da educação pública termina ao 6º ano, não restam critérios para que o Estado financie o ensino cooperativo.
Mas eu tenho esperança. O PS por outras vezes mostrou, até bem recentemente, alguns actos de "precipitação política", e ao nível das direcções regionais e nacionais. Estou convicto que, atabalhoadamente, seja dito o dito por não dito. Mas há que estar atento e reagir clara e audivelmente contra esta medida! Em causa está um dos orgulhos da nossa terra, e enquanto ex-aluno, esse orgulho ruge com uma força especial, tal como imagino que todos os ex-alunos o sentirão. É nestas alturas que a população se tem de unir e lutar pelo que é seu, por tudo o que conquistou tão arduamente em prol da terra e dos seus filhos. Esta é a hora de lutar!"

***
31maio2017
7.7.7"
postei no facebook:
o governo PS não sabe distinguir o COOPERATIVO da Benedita, de colégio particular? 
Somos a favor da Escola Pública e da Cooperativa...
Não ignoramos a história da Benedita e do Externato Cooperativo da Benedita...
Somos a favor do particular pago para quem queira...
Vamos solidáRIOS à luta!!! (Consta-se que cortou 3 turmas do 10.º ano para 2017.2018)
*
Pressionei PCâmara
e deputados do PCP...
*
12h30'
BENEDITA.FM
http://www.beneditafm.pt/?p=34034
***
30 maio2017
https://www.facebook.com/apeeb.benedita/posts/774327969393790
COMUNICADO:
Com a divulgação, pelo Ministério da Educação, da lista provisória que prevê somente a abertura de 4 turmas para o 10º ano (2 para o ensino regular e 2 para os cursos profissionais), não havendo autorização para a abertura das 9 turmas previstas necessárias para acolher os actuais alunos do 9º ano do Externato Cooperativo da Benedita, a Associação de Pais e Encarregados de Educação da Benedita (APEEB) vem, informar todos os pais e encarregados de educação de que está solidária e à disposição da Direcção do Externato Cooperativo da Benedita, de forma isenta e imparcial, para efectuar todas as diligências que se mostrem necessárias e/ou convenientes junto da Tutela.
Dada a relevância que esta Instituição (ECB) tem na nossa comunidade aos mais diversos níveis, económico, social, cultural, etc, é para nós imperativo trabalhar em conjunto para defendermos os interesses dos nossos filhos e educandos.
***
29maio2017
https://www.dropbox.com/s/pec35sbfyvaacup/20170530_pc_out_avisoContratoAssociacao.pdf?dl=0
***
24mAIo2017
A CDU reuniu com o Sr. Director Nuno Rosa para fazer o ponto da situação actual e os preparativos para o próximo ano lectivo...
84 profs..+ 1 Psicóloga+32 funcionários...
Solicitaram ao Ministério +1 turma...Nas negociações o ME deu indicação de que ficariam com o mesmo n.º de turmas...
As características dos alunos daquela turma que o ME não aceitou...Recomendámos que reclamassem
que fundamentassem...Cooperativa...Famílias carenciadas...Distância à Escola Pública de Alcobaça/Caldas/Rio Maior...
Obras que são necessárias...
A fruição do Pav. Gimonodesportivo pelos clubes e população, extra-lectivo...Parceria com a Câmara/junta...Obras no telhado é o mais urgente...O piso...
Projectos em desenvolvimento...Acessibilidades...Estacionamento dos autocarros...
Experiências Inovadoras...
Estágios nas empresas da Benedita...
As nossas propostas da CDU para a Benedita, educação...
Os ex-alunos que estão na diáspora e nas grandes cidades
Enquanto em 2016/2017 o ECB vai ter o orçamento equilibrado...
No ano lectivo anterior (do tempo do PSD.CDS) tiveram 0,6M€ de prejuízo!!!
***
2016
No balanço desta confusão provocada pelo CDS.PSD
é de registar que foi no governo PSD.CDS que houve mais prejuízos!!!
Os cortes de turmas vêm desse tempo!!!
Mas aí os do PSD.CDS andaram a passear SE e nada lutaram!!!
***
6jun2016
Deputados do PCP, Bruno Dias e António Filipe, reuniram com a direcção do ECBenedita
via região de cister:

Externato da Benedita reclama novo modelo para contratos de associação

ecb.jpg
http://www.regiaodecister.pt/pt/noticias/externato-da-benedita-reclama-novo-modelo-para-contratos-de-associacao
Os responsáveis do Externato Cooperativo da Benedita (ECB) renovaram o pedido de um novo modelo de financiamento dos contratos de associação, feito anteriormente a 27 de maio na Comissão de Educação da Assembleia da República, que tenha em conta os quadros de docentes e infraestruturas das escolas, durante a visita de deputados do PCP à instituição, na passada semana.
Nuno Sardinha, responsável da Direção do Instituto Nossa Senhora da Encarnação, garante que “a discussão será colocada mais tarde ou mais cedo no Parlamento” e que, “até à mudança no regime de financiamento o Externato da Benedita recusa novos despedimentos no corpo docente”, de acordo com declarações à Benedita FM.
Ao REGIÃO DE CISTER, o deputado do PCP, Bruno Dias, considerou “que se devem separar as águas nestas controvérsias acerca do ensino”, justificando que, neste caso, “não estamos a falar de um qualquer negócio, mas sim de um projeto sem fins lucrativos em que, de facto, dá o exemplo pela qualidade e não pelo economicismo”.
“Tomamos nota das preocupações e das informações que foram transmitidas, bem como aos critérios de financiamento, nao apenas em termos quantitativos, mas também na questão qualitativa e concreta, no investimento nas instalações, monitorização e garantia de um corpo docente de qualidade e não apenas na quantidade de turmas”, reforça o comunista.

Bruno Dias sublinhou que “há que não compactuar com generalizações, mas sim contribuir para um debate sereno, construtivo e responsável, tratando de questões prioritárias da educação do nosso país, contribuindo para que as decisões a adotar sejam efetivamente as mais adequadas”
*
http://www.beneditafm.pt/?p=28372

Benedita: Direção do Externato pede alteração do modelo de financiamento dos contratos de associação

Os responsáveis do Externato Cooperativo da Benedita pedem um novo Externato Beneditamodelo de financiamento dos contratos de associação que tenha em conta os quadros de docentes e infraestruturas das escolas. Esta segunda-feira durante a visita de deputados do PCP à instituição, Nuno Sardinha, responsável da direção do Instituto Nossa Senhora da Encarnação e Nuno Rosa, diretor pedagógico do Externato, repetiram o pedido feito a 27 de maio na comissão de educação da Assembleia da República.


A instituição viu renovada a garantia de abertura de novas turmas em regime de contrato de associação no final de maio. No entanto, os responsáveis querem evitar novos despedimentos e cortes na estrutura, devido aos prejuízos acumulados desde 2010, que ronda os 500 mil euros/ano. Em causa o quadro de professores “estável” e “com grande qualificação”, que a instituição procurou garantir até à mudança do modelo de financiamento em 2010, quando o valor pago pelo Estado deixou de ter em conta os vencimentos de professores e infraestruturas e passou a resumir-se ao número de turmas.

Uma discussão que garante Nuno Sardinha, será colocada mais tarde ou mais cedo no Parlamento português. Até à mudança no regime de financiamento o Externato da Benedita recusa, segundo o responsável, novos despedimentos no corpo docente.
Bruno Dias, deputado do PCP, considera que esta discussão terá de ser feita no futuro. O deputado comunista considera que o modelo atual de financiamento não está ajustado à realidade de instituições como o Externato e que a polémica em torno de outros casos está a perturbar a discussão.
***
11maio2016
entrevista do Director Nuno Rosa à benedita.fm
http://www.beneditafm.pt/?p=28005
***
Ricardo Paes Mamede
https://www.facebook.com/ageringonca/videos/795497863885112/
***
2maio2016
CDU faz comunicado
COMUNICADO DA CDU
 O CDS (e o PSD) a armarem-se pelo Externato COOPERATIVO da Benedita esquecendo 5 anos em que nada fizeram
À comunicação Social
Aos e Às Alcobacenses


A CDU não alinha em mentira, em demagogias e em branquear a história e os factos, daí ter votado contra a Moção do CDS, nos termos enganadores em que é proposta, na Assembleia Municipal.

A CDU está solidária, há muito ano, com o Externato Cooperativo da Benedita, com os seus cooperantes e Corpos Sociais, professores, trabalhadores, alunos e restante comunidade da Benedita. Sempre esteve e afirmou-o!
A CDU bater-se-á, sempre, pelo distinguir desta instituição que não tem objectivos do lucro como 1 colégio privado.
A CDU sabe que não há escola pública nas freguesias da Benedita, Turquel e Vimeiro (e outras freguesias vizinhas das Caldas da Rainha) do 7.º ano ao 12.ºano. O E.C. da Benedita fez, sempre, esse papel
Criticou o Governo PS/Sócrates e também durante os 5 anos do governo PSD.CDS que não alertaram nada do financiamento e bem pelo contrário com várias decisões ainda fizeram mais prejuízo em todas as escolas públicas e cooperativas. Então não vimos uma única tomada de posição do CDS (ou do PSD) quando houve despedimentos ou prejuízos financeiros neste prestigiado estabelecimento de ensino na Benedita.
A CDU defende a Escola Pública ou os estabelecimentos de ensino que, na sua ausência, garantam, a todos os essenciais níveis educativos. Foi para isso que nasceu o Externato!
A CDU tem soluções para o financiamento do ensino cooperativo há muitos anos e apresentou-as na Assembleia da República. O CDS e o PSD rejeitaram estas soluções. Agora com o governo PS espera conseguir concretizar a solução a sério para as Cooperativas de ensino com contrato com o Ministério de Educação.
A CDU apresentou as suas posições coincidentes com os interesses da Cooperativa e de quem lá trabalha, a vários deputados do PCP, que visitaram Alcobaça (Bruno Dias, Rita Rato e Miguel Tiago) e vai apresentar ao deputado António Filipe que estará na Benedita no próximo dia 6 de maio.

Se o governo PS errar para com o Externato Cooperativo da Benedita a CDU de Alcobaça, cá estará, para lutar contra o erro e o corrigir. Naturalmente apoiará as lutas que se organizarem em defesa do ECBenedita.


Entretanto demarca-se de quem teve poder e não o exerceu e de quem não defende a Escola Pública.
***
2 maio2016
Posição do Prof.Ricardo Miguel do ECBenedita

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10154091008727789&set=a.94261612788.84896.771997788&type=3&theater
SEPARAR O TRIGO DO JOIO
A DEFESA DO EXTERNATO COOPERATIVO DA BENEDITA

O atual Governo está a estudar a rede de escolas para o ano letivo 2017/2018, tendo já anunciado um limite aos contratos de associação em locais onde haja oferta pública de ensino. 
É legítimo o Governo querer regular o sector e clarificar a oferta educativa sobretudo eliminando duplicação de oferta. Não partilho da visão simplista de que tudo o que é bom é privado e o que é público é mau, nem vice versa.
Esta notícia fez tocar algumas campainhas de alarme, informação e contra-informação, oportunismo e outras coisas mais.
Penso ser importante referir que:
- As matrículas para o próximo ano letivo, incluíndo 7º e 10º ano vão decorrer como previsto NÃO HAVENDO LIMITAÇÕES ANORMAIS;
- Teremos de mostrar ao Governo que não há alternativa na nossa área de influência e que o nosso projeto de escola com mais de 50 anos de ensino Cooperativo que não visa o lucro merece estar nas exceções que vão permitir novos contratos de associação no futuro próximo.
Uma escola com contrato de associação, com corpos gerentes não remunerados, com sócios, com um papel decisivo na economia local da Benedita,com um projeto educativo impar e com a integração de todos e todas, incluíndo alunos com deficiência e necessidades educativas especiais tem todas as condições para se enquadrar nas exceções que a Sr. Secretária de Estado já admitiu existir.
O extremismo nas notícias pode ser prejudicial.
Vigilantes na defesa desta individualidade estou certo que contaremos com todos, incluindo a comunidade educativa, na defesa deste projecto comunitário pioneiro no país.
Separar o trigo do joio é pois a nossa tarefa.
Perguntam me se o ECB vai fechar. Vai, as sete da tarde mas abre amanhã de novo.

Declaração de Interesses: Professor no Externato Cooperativo da Benedita desde 2004.

*
Comentário do ex. prof do ECB
Carlos Sá E Silva É exatamente isto que defendo. Quem quer colégio, PAGUE. Onde não há escola pública, o Estado tem obrigação de "assumir a conta". O ECB é um caso gritante. Admira-me ainda ser confundido com as negociatas GPS, uma rede mafiosa que vive do parasitismo estatal. Colégios com fins lucrativos e que concorrem com a escola pública e pagos com os nossos impostos, NUNCA.
***
AM 29abril2016
CDS aproveita para atacar o governo PS
Pedro Guerra do PSD corrobora mas reconhece que o PSD:CDS nada fizeram em 5 anos após o ataque da Ministra Maria de Lurdes (governo do PSócrates)...
César Santos (PS) lembra que a moção está errada...
Pela CDU Clementina Henriques põe os pontos i's, lembrando que trabalhou com as técnicas que ajudaram a criar esta Cooperativa...Mas não pode votar favoravelmente uma moção que esconde a responsabilidade do CDS em prejuízos tremendos nestes 5 anos.
*
Comunicado da Fenprof
põe em pânico o ECBenedita
http://www.fenprof.pt/?aba=27&mid=115&cat=327&doc=10112
Já protestei junto do SPRC/Fenprof
***
Via Carlos Martins

30ab2016
com as cores do CDS
Uma boa escola é um estabelecimento de ensino que proporciona aos alunos experiências promotoras do desenvolvimento de um vasto espetro de competências, as quais lhes servirão de ferramentas para enfrentar o mundo engenhoso com que se depararão após o término dos seus estudos. Pessoalmente, creio ser isto mesmo que o Externato Cooperativo da Benedita tem representado ao longo de mais de 5 décadas e, por essa razão, explicito aqui a minha desolação perante a notícia de que poderei ver as suas portas fechar ad aeternum.
Bem sei que não é dada a devida importância à educação em Portugal e, por mais que isso me custasse, sempre optei por não me manifestar de forma muito ativa contra os cortes sofridos pelo setor. Contudo, estando a minha escola predileta em risco de encerrar, não posso deixar de expressar a minha indignação e passo a explicar porquê.
Em primeiro lugar, porque se trata de uma escola que preenche todos os requisitos para continuar em pleno funcionamento, tendo-lhe sido atribuído um grau de excelência há não muito tempo, inclusivamente.
Em segundo lugar, porque as suas ótimas condições se refletem numa grande variedade de ofertas extracurriculares, as quais são responsáveis pelo enorme envolvimento do ECB na comunidade, em particular por meio de parcerias com instituições como a Universidade Senior da Benedita.
Em terceiro lugar, sendo uma escola direcionada para o desenvolvimento dos seus alunos, porque simplesmente não há razões para encerrar uma escola cujos alunos têm oportunidades fenomenais, como é o caso.
Para concluir, lembro apenas que, na maior parte das vezes, é preferível fazer obras, corrigindo-se algum defeito maior, do que destruir o edifício inteiro. Afinal de contas, é importante não confundir inovação com destruição.
***
abr2015
Afinal pela foto do Alcoa
não há desagrado com este governo PSD.CDS
é só com a ministra do PSócrates
apesar de ter continuado os cortes financeiros que o governo PSócrates iniciou!!!
e apesar de na oposição PSD e CDS prometerem, prometerem...
*
Via Alcoa 16ab2015:

https://www.facebook.com/oalcoa/photos/a.330641550287640.87229.330628883622240/964568443561611/?type=1&theater
De 8 a 12 de abril, o Externato Cooperativo da Benedita (ECB) realizou a sua Semana Cultural, este ano, comemorativa dos 50 anos do Instituto Nossa Senhora da Encarnação (INSE), entidade proprietária e gestora daquele estabelecimento de ensino.
Fernando Reis, secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário; David Justino, presidente do Conselho Nacional de Educação; Paulo Inácio, presidente da Câmara Municipal de Alcobaça; Pedro Guerra, presidente do INSE; e Nuno Rosa, diretor pedagógico do ECB foram os oradores na sessão de abertura desta edição especial da Semana Cultural.
“É uma honra estar aqui a representar a direção do INSE, a 1ª cooperativa de ensino do país, que marcou o desenvolvimento de toda uma região”, disse Pedro Guerra, lamentando, ao mesmo tempo, o “tsunami do qual ainda não recuperámos e que esteve relacionado com a decisão criminosa da ministra da Educação” em dezembro de 2010, de corte de verbas, “colocando todas instituições escolares privadas no mesmo saco”.
***
2016

http://ecb.inse.pt/index.php/9-uncategorised/448-semana-cultural
*
Lançamento do livro ' Pra lá do sentimento' de Gina Pereira.

https://www.facebook.com/ExternatoCooperativoDaBenedita/photos/a.321317794617885.77811.309491205800544/1007617485987909/?type=3&theater
*
dança criativa 12.º

https://www.facebook.com/ExternatoCooperativoDaBenedita/photos/a.321317794617885.77811.309491205800544/1007075152708809/?type=3&theater
*
Banda Filarmónica de Turquel e os livros

https://www.facebook.com/ExternatoCooperativoDaBenedita/photos/a.321317794617885.77811.309491205800544/1007066069376384/?type=3&theater
***
2015
Via Helena Guerra: "Obra de arte no ECB!
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=418081265018522&set=a.395185430641439.1073741833.100004499566619&type=1&theater
***
via benedita.fm

https://www.facebook.com/126921587453/photos/pcb.10153409048622454/10153409046822454/?type=1&theater
*
*
Via:
http://ecb.inse.pt/index.php/120-feira-do-livro/347-xiii-feira-do-livro

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=799947823387999&set=a.149818248400963.24273.100001183663559&type=1&theater
***
via tintafresca.net
Em simultâneo com a XIII Feira do Livro
    Semana Cultural da Benedita celebra 50 anos do Instituto Nossa Senhora da Encarnação
       
            Centro Cultural da Benedita
    A Semana Cultural Comemorativa dos 50 anos do Instituto Nossa Senhora da Encarnação e a XIII Feira do Livro da Benedita vai decorrer de 8 a 12 de abril, no Externato Cooperativo da Benedita. Os escritores Nídia Nair, Conceição Carrilho, Amílcar Coelho, Marta Luís e Óscar Fortes vão apresentar os seus livros neste certame, que conta também com a apresentação do livro Escrever Alcobaça (antologia de textos de autores do concelho) e o lançamento do livro comemorativo dos 50 anos do INSE, Do Pioneirismo... à Globalização, pelo Dr. Alfredo Lopes.

       Programa


    8 de abril - 4ª feira

    10:30 - Cerimónia de abertura da Semana Cultural Comemorativa dos 50 anos do INSE
    Inauguração de:
    - XIII Feira do Livro
    - Semana das Artes
    - Exposição de Fotografia “50 Anos de História”
    - Exposição “A vida depois da 1ª Guerra Mundial: impacto (s) no quotidiano “ (dos alunos do 12º A e 12º C)
    - Exposição e venda - “Sorriso Amigo”
    - Exposição “Ciência com Arte” - Agrupamento de Escolas da Benedita
    - Exposição “Percursos pelo nosso património” - Universidade Sénior da Benedita

    9 de abril - 5ª feira
    10:00 - Abertura extraordinária para o Agrupamento de Escolas da Benedita
    - Apresentação do livro Vendedor de Sapatos, de Nídia Nair
    15:00 - Abertura da Feira do Livro ao Público
    15:15 - Encontro com a escritora Conceição Carrilho
    16:00 - Lançamento do livro Palavras com Histórias
    - Entrega do Prémio Literário Gonçalves Sapinho
    18:00 - Apresentação da Editora Lusoreads: workshop sobre edição de livros de Leitura Fácil
    em português
    Pequeno Auditório
    20:00 - Encerramento da Feira
    21:00 - Lançamento do livro comemorativo dos 50 anos do INSE, Do Pioneirismo... à Globalização, pelo Dr. Alfredo Lopes
    Grande Auditório

    10 de abril - 6ª feira
    10:00 - Abertura extraordinária para o Agrupamento de Escolas da Benedita
    - SOS Contadores de Histórias
    15:00 - Abertura da Feira do Livro ao Público
    15:15 - Palavras e chás do Mundo, painel com Natsuki Konagaya (cultura japonesa) e Celina
    Veiga de Oliveira (Wenceslau de Moraes e o Japão - um amor à primeira vista)
    Pequeno Auditório
    21:30 - Apresentação do livro Escrever Alcobaça
    (antologia de textos de autores do concelho)
    23:00 - Encerramento da Feira

    11 de abril - Sábado
    15:00 - Abertura da Feira do Livro ao Público
    16:30 - Lançamento do livro Eles não esperam por cães que mancam, de Amílcar Coelho. Uma
    conversa entre o autor e Inês Silva.
    18:00 - Encontro com escritores: Marta Luís e Óscar Santos
    20:30 - Atuação do Grupo Regional de Folclore da Benedita
    21:30 -“É DE RIR, e chorar por mais!" - Revista à Portuguesa pelo Grupo Gente Gira
    Grande Auditório
    (Bilhetes à venda durante a Feira do Livro)
    23:00 - Encerramento da Feira

    12 de abril - Domingo
    15:00 - Abertura da Feira do Livro ao Público
    15:30 - Lançamento do livro Poemas de todas as cores, de Teresa Almeida (Titi)
    18:00 - Concerto de Jazz (Academia de Música de Alcobaça)
    Grande Auditório
    04-04-2015
    ***
    via tintafresca.net

    Até 28 de abril
      Centro Cultural Gonçalves Sapinho recebe
      XI Feira do Livro da Benedita
            

      Pedro Guerra, Paulo Inácio, Alfredo Lopes e Maria José Jorge
          Foi inaugurada no dia 23 de abril, a XI Feira do Livro do Externato Cooperativo da Benedita, que tem como tema a solidariedade. O evento que está a decorrer até 28 de abril no Centro Cultural Gonçalves Sapinho, na Benedita, conta com a participação de 92 editoras, exposições de pintura e fotografia, teatro, dança, música e lançamento de livros. O ponto alto da inauguração foi a atribuição, por parte da Fundação PT, de um computador portátil a um aluno do Externato com necessidades especiais.

         Estiveram presentes na inauguração, o presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Paulo Inácio; Maria José Filipe, presidente da Junta de Freguesia da Benedita; o presidente da direção do Instituto Nossa Senhora da Encarnação, Pedro Guerra; Alfredo Lopes, diretor pedagógico do Externato Cooperativo da Benedita; Maria José Jorge, coordenadora da Feira, e Teresa Salema, em representação da Fundação PT, entre outros.

         Na ocasião, Paulo Inácio realçou a importância dos livros e da leitura para o desenvolvimento dos jovens, bem como o papel que esta feira tem ao criar formas de apresentar a leitura aos visitantes. O autarca considerou ainda que este evento pode vir a afirmar-se como uma das melhores feiras não só do concelho de Alcobaça, mas também da região.

         Por seu turno, Pedro Guerra lembrou que a Feira do Livro é “um evento cultural com tradições” e que “os livros são mais uma “arma” para a nossa juventude se preparar para o futuro.

         Maria José Jorge informou que este ano, e tendo em conta a situação económica que o País atravessa, existem livros para todas as bolsas, uma vez que o visitante poderá encontrar livros à venda a partir de 1 euro.

         Já Alfredo Lopes agradeceu o apoio de todos que contribuíram para este evento e sobretudo, o apoio da Fundação PT, que atribuiu um computador portátil a um aluno com necessidades especiais. Por seu turno, Teresa Salema referiu que o portátil irá fazer diferença na vida do aluno, uma vez que irá “abrir portas para explorar um mundo novo.”
      Durante a realização da XI Feira do Livro, destaque para a realização de exposições de pintura e fotografia, teatro, dança, música, lançamento de livros, entre outros.

         Mónica Alexandre
      25-04-2013
      ***
      CDU lembrou na AM de 26set a importância da Coop d'ensino...
      Há que saudar os 50 anos e a XIIIª feira do livro!!!
      ***
      29abril a 4maio2014.Feira do Livro do ECBenedita



      ***
      21jan2014
      Prof. Nuno Rosa depois de 20 anos de serviço torna-se Diretor do ECBenedita em substituição do Prof. Adelino Lopes.
      ***
      via facebook
      https://www.facebook.com/ExternatoCooperativoDaBenedita
      ***
      via tintafresca.net
      Nuno Rosa substitui Alfredo Lopes
        Externato Cooperativo da Benedita tem novo diretor pedagógico
           
                             Externato Cooperativo da Benedita
        Nuno Rosa é o novo diretor pedagógico do Externato Cooperativo da Benedita. Licenciado em Engenharia Mecânica, pelo Instituto Superior Técnico e com formação especializada em Administração Escolar, pela Universidade de Coimbra, o novo diretor foi durante 21 anos professor de Matemática, tendo também desempenhado, até ao presente, funções de coordenador de informática para a área pedagógica e de coordenador da comissão de horários. Nuno Rosa substitui no cargo Alfredo Lopes que há 10 anos desempenhava estas funções.
        18-01-2014
        ***
        Via:
        http://ecb.inse.pt/index.php/120-feira-do-livro/347-xiii-feira-do-livro

        https://www.facebook.com/photo.php?fbid=799947823387999&set=a.149818248400963.24273.100001183663559&type=1&theater
        ***
        XIII Feira do Livro
        Em simultâneo com a XIII Feira do Livro
          Semana Cultural da Benedita celebra 50 anos do Instituto Nossa Senhora da Encarnação
             
                  Centro Cultural da Benedita
          A Semana Cultural Comemorativa dos 50 anos do Instituto Nossa Senhora da Encarnação e a XIII Feira do Livro da Benedita vai decorrer de 8 a 12 de abril, no Externato Cooperativo da Benedita. Os escritores Nídia Nair, Conceição Carrilho, Amílcar Coelho, Marta Luís e Óscar Fortes vão apresentar os seus livros neste certame, que conta também com a apresentação do livro Escrever Alcobaça (antologia de textos de autores do concelho) e o lançamento do livro comemorativo dos 50 anos do INSE, Do Pioneirismo... à Globalização, pelo Dr. Alfredo Lopes.

             Programa


          8 de abril - 4ª feira

          10:30 - Cerimónia de abertura da Semana Cultural Comemorativa dos 50 anos do INSE
          Inauguração de:
          - XIII Feira do Livro
          - Semana das Artes
          - Exposição de Fotografia “50 Anos de História”
          - Exposição “A vida depois da 1ª Guerra Mundial: impacto (s) no quotidiano “ (dos alunos do 12º A e 12º C)
          - Exposição e venda - “Sorriso Amigo”
          - Exposição “Ciência com Arte” - Agrupamento de Escolas da Benedita
          - Exposição “Percursos pelo nosso património” - Universidade Sénior da Benedita

          9 de abril - 5ª feira
          10:00 - Abertura extraordinária para o Agrupamento de Escolas da Benedita
          - Apresentação do livro Vendedor de Sapatos, de Nídia Nair
          15:00 - Abertura da Feira do Livro ao Público
          15:15 - Encontro com a escritora Conceição Carrilho
          16:00 - Lançamento do livro Palavras com Histórias
          - Entrega do Prémio Literário Gonçalves Sapinho
          18:00 - Apresentação da Editora Lusoreads: workshop sobre edição de livros de Leitura Fácil
          em português
          Pequeno Auditório
          20:00 - Encerramento da Feira
          21:00 - Lançamento do livro comemorativo dos 50 anos do INSE, Do Pioneirismo... à Globalização, pelo Dr. Alfredo Lopes
          Grande Auditório

          10 de abril - 6ª feira
          10:00 - Abertura extraordinária para o Agrupamento de Escolas da Benedita
          - SOS Contadores de Histórias
          15:00 - Abertura da Feira do Livro ao Público
          15:15 - Palavras e chás do Mundo, painel com Natsuki Konagaya (cultura japonesa) e Celina
          Veiga de Oliveira (Wenceslau de Moraes e o Japão - um amor à primeira vista)
          Pequeno Auditório
          21:30 - Apresentação do livro Escrever Alcobaça
          (antologia de textos de autores do concelho)
          23:00 - Encerramento da Feira

          11 de abril - Sábado
          15:00 - Abertura da Feira do Livro ao Público
          16:30 - Lançamento do livro Eles não esperam por cães que mancam, de Amílcar Coelho. Uma
          conversa entre o autor e Inês Silva.
          18:00 - Encontro com escritores: Marta Luís e Óscar Santos
          20:30 - Atuação do Grupo Regional de Folclore da Benedita
          21:30 -“É DE RIR, e chorar por mais!" - Revista à Portuguesa pelo Grupo Gente Gira
          Grande Auditório
          (Bilhetes à venda durante a Feira do Livro)
          23:00 - Encerramento da Feira

          12 de abril - Domingo
          15:00 - Abertura da Feira do Livro ao Público
          15:30 - Lançamento do livro Poemas de todas as cores, de Teresa Almeida (Titi)
          18:00 - Concerto de Jazz (Academia de Música de Alcobaça)
          Grande Auditório
          04-04-2015
          ***
          Via benedita.fm

          Benedita: Externato marca início das comemorações do 50º aniversário

          Oct 7th, 2014 | By  | Category: Destaque
          O Externato Cooperativo da Benedita inicia no próximo domingo as comemorações dos 50 anos de atividade letiva. O Instituto Nossa Senhora da Encarnação, entidade gestora da instituição de ensino, marca o inicio das comemorações com uma Missa solene na Igreja da Benedita, presidida pelo Bispo Auxiliar de Lisboa, D. José Traquina e celebrada ainda pelos sacerdotes que fizeram parte da sua formação no Externato.
          A tarde de comemorações marca apenas o arranque de um festejo que se estende até ao final do ano letivo, segundo Pedro Guerra, presidente da direção do Instituto Nossa Senhora da Encarnação.
          00:00
          00:00
          Depois das 17h30 decorre ainda o hastear da 1ª bandeira da Instituição, um momento simbólico que marca também o arranque das comemorações. As celebrações prosseguem depois das 18h00 no Centro Cultural Gonçalves Sapinho com uma Sessão Solene onde se recorda meio século de ensino na Instituição. Será ainda apresentado o Hino do ECB que assinala as comemorações que se estendem até ao final do ano letivo de 2014/2015.
          ***
          Via Alcoa

          Primeira cooperativa de ensino nasceu há 50 anos

          IMG_0649
          http://www.oalcoa.com/primeira-cooperativa-de-ensino-nasceu-ha-50-anos/
          Foi no passado domingo, dia 12 de outubro que tiveram início as comemorações dos 50 anos do Externato Cooperativo da Benedita (ECB), na missa presidida pelo bispo auxiliar de Lisboa, D. José Traquina, concelebrada pelo beneditense P. Paulo Gerardo; e pelos párocos anteriores e atual, P. Francisco Cosme, P. Armindo Reis e P. Ginfranco Bianco.
          “Sempre que um homem sonha o mundo pula e avança”, como dizia o poeta. E foi de um sonho de um conjunto de cidadãos da Benedita que o Instituto Nossa Senhora da Encarnação, entidade proprietária do ECB, nasceu, há 50 anos atrás. “Foi muito difícil estar à frente de uma escola que estava a dar os primeiros passos mas com boa vontade e compreensão, fomos sempre encontrando soluções”, conta António Gameiro, primeiro diretor da primeira cooperativa de ensino do país.
          Para muitos alunos, o externato traduziu-se numa oportunidade de estudar que não teriam de outra forma. Maria Antónia Ribeiro tem hoje 61 anos e tinha 11 quando fez parte da primeira turma diurna do estabelecimento de ensino. “Fomos para uma sala que era um barracão velho que tinha sido uma fábrica de cutelarias”, lembra, acrescentando que “muitas vezes tinham que limpar a água que estava na sala”. Cenário bem diferente do bem equipado estabelecimento de ensino de hoje.
          Saiba mais na edição em papel de 16 de outubro de 2014)
          ***
          ***
          16dez2013
          PSD.CDS prometeram prometeram corrigir políticas do PSócrates...Afinal fizeram pior!!!
          A CDU esteve contra o PSócrates quando não soube distinguir o Particular do ensino Cooperativo...
          Registámos na Campanha eleitoral de 2011 as promessas do PSD.CDS...
          Afinal nada de nada e pior:
          ***
          Via Alcoa 9jul2015

          https://www.facebook.com/oalcoa/photos/a.330641550287640.87229.330628883622240/1011055345579587/?type=1&theater
          Benedita. Estado corta apoios a ensino privado e causa mais despedimentos no ECB
          O novo Orçamento de Estado apresentado pelo Governo confirma um corte no setor do ensino de 11,3 por cento (%). Dos 240 milhões de euros destinados ao ensino privado, o estado português baixa o orçamento para 237,3 milhões, uma decisão que reflete os cortes nas transferências provenientes dos contratos de associação. O Externato Cooperativo da Benedita (ECB) é uma das escolas afetadas pelo desinvestimento no setor.
          “Infelizmente, este corte acaba por ser mais do mesmo; não se compreende como é possível continuar a cortar na Educação num país como o nosso que tem um atraso considerável, pelo menos em termos de investimento, relativamente aos nossos parceiros europeus”, afirma Nuno Rosa, diretor do estabelecimento de ensino que não compreende “que o valor a pagar às escolas com contrato-associação por turma não seja diferenciado em função das condições de cada escola”. “Por exemplo, em função da estabilidade e idade do corpo docente ou das instalações/equipamentos disponibilizados”, esclarece. “Enfim, é o que temos…” diz o diretor com desânimo. “Este aperto vai implicar continuar com os ajustamentos ao nível do pessoal e dos custos, tentando não afetar a qualidade do ensino a ministrar”, prevê Nuno Rosa, adiantando que “o ECB deverá rescindir contratos por mútuo acordo com mais três ou quatro docentes até ao final do ano letivo 2015/2016″.
          ***
          Via Benedita fm 9jul2015

          Benedita: Orçamento do Externato volta a descer com menos duas turmas no próximo ano lectivo

          O Externato da Benedita não pode suportar as despesas atuais e é necessária uma mudança no regime do contrato de associação.externetobenedita
          O cenário é traçado pelo presidente do Instituto Nossa Senhora da Encarnação, Pedro Guerra. Caso contrário a escola corre o risco de “encerrar portas”.

          Depois de anunciada mais uma redução na verba transferida pelo Estado no âmbito dos contratos de associação, regime no qual funcionam todas as turmas da cooperativa de ensino, o orçamento da escola terá de sofrer nova redução com o corte de duas turmas no próximo ano. A redução poderá custar à escola 165 mil euros em transferências do Estado.
          Segundo Pedro Guerra, presidente do Instituto Nossa Senhora da Encarnação, entidade que gere o Externato da Benedita, a situação é incomportável, estando a obrigar há quatro anos, desde 2009, à utilização das poupanças de 50 anos de atividade.
          Audio Player

          O financeiro estava garantido desde 1978, data da aplicação dos primeiros contratos de associação entre Estado e ensino privado e cooperativo. Desde a alteração das regras de financiamento, em 2008, o valor pago pelo estado não permite, segundo Pedro Guerra, pagar “sequer os salários dos professores”.
          Audio Player

          Volvida mais uma legislatura, a situação da escola mantêm-se deficitária, com cortes sucessivos na verba transferida desde os últimos quatro anos. Caso não surja uma mudança que permita ao Externato voltar a receber de acordo com as despesas e o serviço prestado, a escola poderá “encerrar portas” segundo o responsável em poucos anos.
          A redução de despesas irá obrigar a cerca de “3 a 4” saídas de professores, rescisões de contrato por mútuo acordo, segundo os responsáveis da cooperativa.
          http://www.beneditafm.pt/?p=23825
          ***
          na Feira do Livro 2015 e nos 50 anos do ECBenedita...
          Muitos sorrisos e afinal a machadada estava para ser lançada:
          Via região de Leiria.10abr2015
          Cinquentenário foi assinalado quarta-feira
          http://www.regiaodeleiria.pt/blog/2015/04/10/externato-cooperativo-da-benedita-assinalou-50-anos-de-atividade/
          O secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário, Fernando Egídio Reis, e o presidente do Conselho Nacional de Educação, David Justino, participaram esta quarta-feira, nas comemorações do 50º aniversário do Externato Cooperativo da Benedita (ECB).
          A ocasião ficou marcada pela referência às exigências e desafios que se colocam ao atual sistema de educação, nomeadamente no que diz respeito ao funcionamento das cooperativas de ensino.
          O presidente do Conselho Nacional de Educação afirmou que acima do estatuto jurídico das instituições está a sua qualidade. “Em nome dos alunos que temos, o que interessa é sabermos quais são as boas escolas e aquelas que não são tão boas ou aquelas que não o sendo neste momento, o podem ser”, esclareceu ao alertar que “o insucesso escolar provoca anualmente um autêntico desperdício de capital humano”.
          Segundo Pedro Guerra, presidente do Instituto Nossa Senhora da Encarnação - responsável pela gestão do ECB -, as alterações feitas em 2011 aos contratos de associação foram “uma decisão irresponsável e até criminosa”, que colocou “as escolas sem fins lucrativos e escolas com fins empresariais no mesmo saco, o que é de todo incomparável”.
          O financiamento para turmas em regime de contrato de associação voltou a ser reduzido este ano. Paulo Inácio, presidente da câmara de Alcobaça, defende que, em caso de reajustamento, os casos de sucesso não devem ser os primeiros a ser penalizados. “O ensino cooperativo está preparado para assumir novos paradigmas que vão ao encontro da racionalização dos custos públicos com os melhores resultados possíveis, portanto, tenho a certeza que a seu tempo terá de ser feita justiça a esta forma de ensino”.
          Para além de discutir o papel dos exames e das retenções no sistema educativo em Portugal, o secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário, Fernando Egídio Reis, realçou a necessidade de alargar a autonomia pedagógica das instituições. “A possibilidade da gestão flexível do currículo é uma inovação, foi o primeiro passo, e o estatuto do ensino particular veio alargar essa possibilidade de gestão curricular até aos 25% da carga curricular”.
          “A autonomia dá muito trabalho, muita responsabilidade, e implica fazer opções, e isso é difícil porque significa conhecer bem a realidade, pensar e regular as necessidades”, acrescentou.
          Durante a cerimónia, Nuno Rosa, atual diretor pedagógico, destacou ainda que a escola continua empenhada em cumprir um serviço público de educação e cultura. “O ECB transformou-se numa escola de projetos, empenhada em melhorar o sucesso da sua população escolar, em proporcionar aos seus alunos uma formação integral, inovando na criação de projetos atrativos e mobilizadores, capazes de despertar sensibilidades e vocações e possibilitando a cada aluno a construção do seu próprio projeto pessoal”, afirmou.
          Na sessão também estiveram presentes os deputados Manuel Isaac (CDS), Odete João (PS) e Maria da Conceição Pereira (PSD), vários membros da assembleia municipal, professores, alunos e encarregados de educação.
          As comemorações do 50º aniversário do Externato Cooperativo da Benedita marcam este ano a Semana Cultural, na qual se integra a XIII Feira do Livro, que decorre até domingo, 12 de abril, no Centro Cultural Gonçalves Sapinho. A entrada é livre e os visitantes podem ver e participar em atividades de cariz científico, artístico e cultural e desportivo, como palestras, teatro, exposições, encontros com escritores ou apresentações de livros e ou a mostra cultural da embaixada do Japão.
          ***

          8.868.(9out2014.12.9') 50 anos ECBenedita

          CDU lembrou na AM de 26set a importância da Coop d'ensino...
          Há que saudar os 50 anos e a XIIIª feira do livro!!!
          ***
          Afinal pela foto do Alcoa
          não há desagrado com este governo PSD.CDS
          é só com a ministra do PSócrates
          apesar de ter continuado os cortes financeiros que o governo PSócrates iniciou!!!
          e apesar de na oposição PSD e CDS prometerem, prometerem...
          *
          Via Alcoa 16ab2015:

          https://www.facebook.com/oalcoa/photos/a.330641550287640.87229.330628883622240/964568443561611/?type=1&theater
          De 8 a 12 de abril, o Externato Cooperativo da Benedita (ECB) realizou a sua Semana Cultural, este ano, comemorativa dos 50 anos do Instituto Nossa Senhora da Encarnação (INSE), entidade proprietária e gestora daquele estabelecimento de ensino.
          Fernando Reis, secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário; David Justino, presidente do Conselho Nacional de Educação; Paulo Inácio, presidente da Câmara Municipal de Alcobaça; Pedro Guerra, presidente do INSE; e Nuno Rosa, diretor pedagógico do ECB foram os oradores na sessão de abertura desta edição especial da Semana Cultural.
          “É uma honra estar aqui a representar a direção do INSE, a 1ª cooperativa de ensino do país, que marcou o desenvolvimento de toda uma região”, disse Pedro Guerra, lamentando, ao mesmo tempo, o “tsunami do qual ainda não recuperámos e que esteve relacionado com a decisão criminosa da ministra da Educação” em dezembro de 2010, de corte de verbas, “colocando todas instituições escolares privadas no mesmo saco”.
          ***
          15dez2013
          ECBenedita elege novos corpos gerentes com protestos...
          via benedita.fm

          Divergências na Assembleia do Instituto de Nossa Senhora da Encarnação

          Dec 15th, 2013 | By  | Category: Destaque
          A última assembleia da Instituto de Nossa Senhora da Encarnação, entidade que gere os destinos da Cooperativa de Ensino, Externato Cooperativo da Benedita ficou marcada por uma participação histórica. Ao contrário do habitual, foram cerca de cinco dezenas os cooperadores que marcaram presença, naquilo que o presidente da cooperativa agora reeleito, Pedro Guerra, chama de “novo ciclo”, marcado por uma “forte contestação ao sistema”.
          Pedro Guerra deixou aos microfones da Benedita FM, algumas criticas à forma como alguns professores surgiram nesta última assembleia. A assembleia que elegeu a nova direcção ficou marcada por uma serie de votos de protesto, contra a forma como a cooperativa elege os seus representantes.
          Tudo isto acontece segundo Pedro Guerra, num momento em que o Externato vive uma situação bem diferente daquela que existiu durante várias décadas, e que deixa direcção e professores em posições divergentes.
          Um legado de alguns milhões de euros, valor comprometido pela nova forma de financiamento a que o Externato está sujeito por via da alteração ao regime dos contratos de associação.
          ***
          3jun2013
           O ECBenedita esteve hj em destaque no Portugal em directo...
          ***
          **
          O grupo GLEE Club teve destaque na reportagem
          Profª Carolina Costa coordena....Tb está no "Sorriso Amigo"
          (há que tempos que ando para rELEVAR!!!)
          É um projeto para divulgar a música e a língua Inglesa. Para aproximar os alunos do

          Inglês. Neste grupo há alunos muito talentosos, quer a nível do canto , quer das 

          coreografias. As professoras responsáveis são Carmelita Costa e Estela Santana.


          *
          Projecto Mérito
          Quadro de Mérito...
          Voluntariado...Inclusão...
          Todas as quintas 45'...
          Excelentes alunos
          *
          Sorriso Amigo
          80 famílias carenciadas (famílias d' alunos do ECBenedita)
          *
          14 anos dos Gambuzinos desde o AUTO da LUZ
          Grande grupo de teatro
          extraordinárias encenações do José Saramago e dos muitos que trabalham com ele
          "somos uma espécie de família"
          Profª Dalila Sousa na caracterização d' artistas

          *
          escritora Vanda Furtado Marques, profª de História do ECBenedita
           tb esteve relevo
          10 livros de histórias
          ***
          18 e 19mai2013
          Desporto.Saúde e Lazer...
          **
          via alcoa

          Mérito ECB promove ação de sensibilização contra a violência


          1
          O projeto Mérito do Externato Cooperativo da Benedita está a promover uma ação de sensibilização contra a violência sobre as mulheres, adolescentes e crianças. A ação vai traduzir-se na apresentação de uma coreografia/flashmob que terá lugar no domingo, dia 19 de maio, a meio da manhã no evento UP ECB 2013.
          ***

          X FEIRA DO LIVRO DA BENEDITA DE 2 A 6 DE MAIO




          Programa da X Feira do Livro do Externato Cooperativo da Benedita, que irá decorrer no Centro Cultural Gonçalves Sapinho, Benedita, de 2 a 6 de Maio. 
          Para além das actividades integradas no programa (ver pdf) salientamos que estarão presentes na Feira os seguintes autores:PROGRAMAÇÃO – X FEIRA DO LIVRO ECB 
          - Paulo Trindade;
          - Iria Pinto Cardoso;
          - Isabel Madaleno;
          - António M. Catarino;
          - António Sousa;
          - Fernando Maurício;
          - Fleming de Oliveira;
          - Vanda Marques;
          - João Jorge.
          ***
          27Jan11.
           Apoios financeiros do Estado diminuem ao Ext Coop. Benedita
          PCP. avante 3.2.2011:
          Mudança de regras intempestiva

          A deputada comunista Rita Rato reiterou a compreensão da sua bancada pela preocupação dos muitos pais, alunos e funcionários das escolas do ensino particular e cooperativo, com contrato de associação, que viram o Governo alterar as regras de financiamento a meio do jogo, não dando oportunidade às escolas, já com compromissos assumidos, para fazerem face às novas condições.
          Esta posição voltou a ser assumida há quinze dias em plenário na sequência de uma declaração política do deputado do PSD Emídio Guerreiro sobre esta matéria, com a deputada do PCP a considerar que este processo devia ter sido gradual e obedecido a uma negociação por parte do Ministério da Educação, «em que cada passo tivesse como objectivo a estabilidade dos projectos educativos mas também a situação dos professores, funcionários e alunos».
          A parlamentar comunista acusou por isso o Governo de «degradar as condições em que as escolas privadas e cooperativas conseguem garantir o direito ao ensino» nos casos em que não existe alternativa na rede pública.
          Já no dia 12 de Janeiro em debate então suscitado pelo CDS/PP a bancada comunista também pela voz de Rita Rato havia chamado a atenção para o facto de o Governo não pretender construir novas escolas que garantam a oferta da rede pública de ensino, dando o exemplo do concelho de Arruda dos Vinhos onde não há sequer uma escola pública.
          «Que culpa têm os jovens daquele concelho de o Governo não querer ali investir uma escola pública e, portanto, apenas poderem contar com o contrato de associação para terem acesso à escola pública?», perguntou na ocasião a parlamentar do PCP, que criticou igualmente o Presidente da República por não ter vetado o decreto-lei e assim travar toda esta instabilidade, dando, simultaneamente, um contributo para que o Governo esclareça de vez o que pretende «fazer com o reordenamento da rede e com a oferta pública da rede escolar».
          Em síntese, para o PCP, os cortes ao financiamento põem em causa o serviço prestado, pelo que defende que a decisão final «tem que ser discutida caso a caso».

          via região de cister
          Externato da Benedita está com futuro em risco
          "Se for preciso entregamos a chave da escola ao Ministério da Educação". A frase é de Alfredo Lopes, director do Externato Cooperativo da Benedita (ECB), referindo-se à difícil situação financeira que o estabelecimento pode vir a atravessar, caso se mantenham os cortes que o Estado efectuou nos estabelecimentos de ensino privado com contrato de associação.
          Com esta medida, o ECB vai receber menos 2,2 milhões de euros em 2012. Uma quebra de 33% das verbas provenientes do Estado. "Antes recebíamos 114 mil euros por cada turma e com os cortes ficamos com apenas 90 mil", lamenta o docente, que se demonstra preocupado com a situação, até porque estes valores "chegam só para pagar os professores", ficando de fora funcionários e outras despesas do estabelecimento.
          À escola resta esperar, até porque os valores do Estado provenientes do mês de janeiro "ainda não foram recebidos". "Até ao momento pagaram-nos os últimos meses do ano anterior, agora vamos ver como vai ser no final desta mês", refere Alfredo Lopes, que espera alguma alteração nos próximos 30 dias.
          "Por melhores poupanças que uma escola possa ter, ninguém aguenta uma situação destas por muito tempo", comenta o director, que avisa "não ter autorização para fechar a escola. Só os pais e professores podem fazer isso".
          As declarações de Alfredo Lopes foram proferidas, na semana passada, durante uma visita de Paulo Portas ao ECB. O líder do CDS-PP conheceu as instalações, cumprimentou alunos e aproveitou para deixar alguns recados a Isabel Alçada, ministra de Educação.
          Durante a visita, o dirigente centrista aproveitou para elogiar o estabelecimento da Benedita. "Está entre as cem melhores escolas do País, nunca teve salários em atraso e conta com 140 professores. Isto sim é de realçar", referiu Paulo Portas, acompanhado durante a visita por Jorge Esteves de Carvalho, líder da Concelhia de Alcobaça do CDS.
          O Externato Cooperativo da Benedita conta com 1250 alunos, do 7º ao 12º ano, 114 professores e 30 funcionários.
          texto/foto luciano larrossa
          -------------
          (29Jan.22.11') Ontem Pedro Guerra e hoje (Director Adelino Lopes) ouvi representantes do ECBenedita satisfeitos com as declarações do deputado Miguel Tiago do PCP...
          entretanto fui à procura e só encontrei até agora as declarações seguintes:

          PCP - Ensino particular e cooperativo Cumprir a Constituição



          O deputado comunista Miguel Tiago criticou esta segunda-feira o que considerou a «dualidade» de critérios do Presidente da República em matéria de ensino. Em causa a pronta promulgação por Cavaco Silva do diploma que regula o apoio do Estado aos estabelecimentos de ensino particular e cooperativo - resposta «rápida e enérgica», frisou - , em contraste com a inexistência de qualquer intervenção sua aquando do encerramento das quatro mil escolas públicas.
          .
          Sobre o texto agora promulgado, com diferenças relativamente à primeira versão apresentada pelo Governo, Miguel Tiago, em declarações à Lusa, lembrou que o PCP esteve contra o teor do diploma inicial que previa o fim da renovação automática dos contratos de associação entre o Estado e as escolas particulares e cooperativas.
          .
          «O PCP defende um investimento e uma aposta na escola pública e uma alteração gradual da relação do Estado com a escola privada, para não introduzir factores de perturbação e de ruptura nas escolas privadas e nas comunidades que delas usufruem?, referiu o parlamentar comunista.
          .
          Deixada clara foi também a posição quanto ao ensino privado - «deve ser estritamente supletivo, como prevê a Constituição da República», sublinhou -, entendendo o PCP que o «Estado deve assumir o seu papel e garantir uma resposta pública, gratuita e de qualidade a todas as necessidades educativas da população».
          .
          Avante 2010.12.30
          ***
          21nov2009
          Sorriso Amigo do ECBenedita: Solidariedade ao Márcio...





          Louvor aprovado por unanimidade na reunião de 23.11.2009
          Tenho que Louvar a Associação Sorriso Amigo do Externato Cooperativo da Benedita.

          Não esperam pelas etapas todas burocráticas do estado ou da câmara, actuam.
          Poucos sabem que cooperam com quem não pode em diferentes formas:
          - angariam alimentos e dão aos que mais precisam, ao longo de todo o ano;
          - angariam dinheiro para compra de mobiliário e electrodomésticos e materiais para obras nas casas;
          - arranjam consultas de especialidade e pagam a preço reduzido...
          Ontem estive no jantar específico de angariação de fundos para o aluno Márcio, 1 exemplo como é incluído no território educativo...


          A notícia do último "região de Cister ajuda a perceber:

          Márcio Serrazina, da Benedita, é outra vez notícia porque precisa de fundos para prosseguir os tratamentos que o ajudam a conviver melhor com a sua paralesia.
          Quem não se lembra de Márcio Serrazina, o jovem paraplégico da Benedita que conquistou a região com o seu grande sorriso?
          Há cinco anos a comunidade escolar juntou-se e organizou vários eventos sociais e culturais, aos quais a população não ficou indiferente, para angariar verbas para os tratamentos do aluno do Externato Cooperativo.
          Com a mesma intenção, decorre amanhã à noite um ‘Jantar de solidariedade’, seguido de um espectáculo de variedades, organizado pela associação Sorriso Amigo.
          Alda Serrazina, mãe do jovem, disse ao REGIÃO DE CISTER que a continuidade dos tratamentos de fisioterapia está em risco devido à falta de dinheiro.
          Até ao momento, as consultas de Márcio Serrazina têm sido suportadas pela verba atribuída, há três anos, pela Associação Regional Alcobacence, nos Estados Unidos, e pela bondade de algumas pessoas.

          A conta ‘Sorriso amigo-solidariedade Márcio Serrazina’ 003300000200500008905 continua aberta.
          O sonho do jovem da Benedita, com 18 anos, é tirar o curso de Economia, mas tal só será possível se a família conseguir juntar dinheiro para o concretizar.
          Alda Serrazina é o anjo da guarda do filho. É ela que o transporta todos os dias para a escola, num veículo adaptado oferecido por aquela associação de emigrantes, e o acompanha no interior do estabelecimento de ensino.
          Apesar das suas limitações, Márcio continua bom aluno e com com um sorriso do tamanho do mundo.
          Luci Pais
          ***
          2009
          Feira do Livro ECBenedita

          DE 6 a 10 de Maio 2009
          Temos que ir, com gosto, à VIIª Festa do Livro
          do Externato Cooperativo da Benedita
          No dia 6 às 18.30 a Vanda Furtado Marques lança o novo livro dela sobre " A lenda da Fonte da Senhora" e o Fernando Maurício lança "Cartofilia- Coleccionismo & Memória"
          + informações no site:
          ***
          13fev2009
          Mergulhei no nº 2 dos cadernos do Ext.Coop.Benedita
          Hoje, 13 fev. 09, estive no Externato Cooperativo da Benedita, no lançamento do caderno referido em epígrafe.
          O meu adversário Bagão Félix fez uma intervenção interessante "escola e valores" e tem um texto neste caderno que merece a nossa atenção e reflexão.
          Esta iniciativa contém outras comunicações de diferentes experiências e sectores de ensino: Amélia Pais ( o Papel da leitura e da literatura na aprendizagem da língua e na preservação da memória e Identidade nacional), Paula Castelhano (Uma flor para sempre),Tózé Rocha (Pensamentos encadeados) , António Mendes (Basium Osculum, suauim - 3 formas de mostrar afecto em Latim), Liliana Verde (Português e Música - Uma relação em construção), Luís Barbeiro ( Os desafios da ortografia para os alunos de português Língua não materna), Antº Luís da Silva ( o ensino experimental das ciências no 1º ciclo de ensino básico).
          Dos professores do ECB, Inês Silva fez o editorial e vai lançar o seu livro, Paulo Coelho faz um belo artigo "Nós, tranças e Matemática", Helena Guerra mostra como se trabalha com os alunos "trabalho de campo em geografia", Maria José Jorge desenvolve a temática da "Benedita como recurso didáctico" num trabalho em equipa com Teresa Agostinho, e a Vanda Marques, naturalmente conta a sua experiência de escritora "As minhas aventuras na terra dos pequenotes".Temos textos muito diversificados que merecem ser relevados lidos e discutidos.