27/02/2015

9.657.(27fev2015.7.7') Neste dia...27fevereiro...vou rELEVAR: 347.avÔ, John Steinbeck, Baptista Bastos, recordar o incêndio do Parlamento alemão, Sahara Ocidental e as 3 pitadinhas matinais de Joaquim Pessoa:

2017
347.avÔ
do pupilAR-TE
de supeTÃO
surgiu 1 beleza
ímPAR
*
urge erotismo no viver
urge soRRir a cada segundo
fazê-lo 1.º~urge provocar boa disposição
            e inspirAÇÕES
                 para agirmos consequentemente
***
2016...face traz-me memórias deste dia:

ontem e hj XIIIº Congresso da CGTP-IN: "...Ganha assim maior importância a presença permanente nos locais de trabalho, o reforço da organização sindical, o aumento da sindicalização e a responsabilidade de novos quadros sindicais. Estes são os elementos geradores da participação e do movimento que tem de se ampliar para a efectivação da política de esquerda e soberana que preconizamos.
Uma política que liberte o país das amarras do Tratado Orçamental e de uma dívida pública que, em parte é ilegítima, e no seu todo impagável.
Uma política que valorize o trabalho, respeite e dinamize a contratação colectiva e seja promotora do trabalho com direitos, com a revogação das normas gravosas da Legislação Laboral e a redução progressiva da jornada de trabalho de 35 horas para todos os trabalhadores.
Uma política que promova o aumento geral dos salários e do SMN, como factor de justiça social e de combate às desigualdades e à pobreza, para dinamizar a economia, criar mais e melhor emprego, e assegurar a sustentabilidade financeira da Segurança Social.
Uma política que ponha o país a produzir mais para importar menos, que potencie a força de trabalho altamente qualificada que dispomos e a coloque ao serviço de um desenvolvimento sustentável que promova a coesão social e territorial.
Uma política que respeita e incorpore os desígnios inscritos na CRP, aprofundando a democracia nas suas vertentes política, económica, social e cultural.
Uma política de esquerda e soberana, que recupere os sectores e empresas estratégicas para o Estado, coloque o capital a pagar impostos e, simultaneamente, os reduza aos trabalhadores e pensionistas, para assegurar o financiamento de mais e melhores serviços públicos, de mais e melhor educação e saúde e a cobertura de todos os desempregados por prestações de desemprego...."
 http://www.cgtp.pt/xiii-congresso/9218-intervencao-de-abertura-secretario-geral-da-cgtp-in
*
 que bELO instante...Da Susana Duarte sou fã há muito dia, mas + 1 x me surpreendeu...Do Paulo Ilharco fiquei com muita curiosidade e vou passar a lê-lo com td a atenção...
*
Obrigada, Rogério! Também fiquei com vontade de ler mais do Paulo Ilharco!


 https://www.facebook.com/photo.php?fbid=969176799839998&set=a.242360389188313.56382.100002430603090&type=3&theater
*
s.MARtinho do porto by Fernanda Matias

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1555736201421424&set=pcb.10154054101328969&type=3&theater
*

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1555738104754567&set=pcb.10154054113903969&type=3&theater
*
serra by Graça Silva

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1047873098589499&set=a.211013438942140.52240.100001004569506&type=3&theater
*

*
15h
conferencia dia 27 fevereiro
*
17h
abertura exposição na Ala Sul
Exposição “Vivências no Mosteiro” 
https://www.facebook.com/notes/concelho-de-alcoba%C3%A7a/exposi%C3%A7%C3%A3o-viv%C3%AAncias-no-mosteiro-ser%C3%A1-inaugurada-este-s%C3%A1bado/976874355728459
*
21.30'

https://www.facebook.com/cineteatroalcobaca/photos/a.141789399218183.29000.134156453314811/1009438689119912/?type=3&theater
*

https://www.facebook.com/cineteatroalcobaca/photos/a.141789399218183.29000.134156453314811/1009430992454015/?type=3&theater
***
 2015...face traz-me memórias deste dia:
Irina Raimundo partilhou uma ligação na tua Cronologia.
27 de Fevereiro de 2015 às 21:26 ·
*
 O eco do que sentimos, é sempre bom de ouvir - O eco do que escrevemos é sempre bom de ler - O lançamento foi antes do Natal - A primeira edição esgotou <3 span=""> - A próxima apresentação será este fim de semana - Apareçam no vai e vem dos livros, dia 6 à noite no Café Tertúlia. - Grata a todos os que já tem o meu Poesia Fora de Mão - Lanço apenas o convite, para que estejam presentes e me acompanhem nestas andanças que me mantêm nas nuvens e, quem já teve oportunidade de ler, diga o que tem a dizer :P Sou eu quem quer ler as vossas palavras aqui e agora... <3 span=""> <3 span="">
 https://www.facebook.com/photo.php?fbid=948189445205367&set=a.102766876414299.6242.100000429611223&type=3&theater
*
 quem deu armas e poder a estes monstros no Afeganistão..agora em Mossul-Iraque??? quem apoiou e vendeu.deu armas aos "democratas" que lutavam (lutam) contra Hassad na Síria???quem...na Líbia...??quem apoiou (e apoia) neofascistas na Ucrânia?? e....e...e...
 https://www.facebook.com/Channel4News/videos/10152755619256939/
***
 2014...face traz-me memórias deste dia:
 A CDU cumpre o prometido e presta informação do que defendeu na última Assembleia Municipal d' ALCOBAÇA que vos abRRaça...(25fev2014)...críticas e sugestões via: jpmr1958@gmail.com
 http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/02/755117fev20141355-proxima-assembleia.html
*
 carnav'ALCOBAÇA que vos abRRaça...hj sexta 28...aqui estão fotos do desfile das crianças...ontem foram os idosos (IPSS.Misericórdias...) já se divertiram hj na tenda (que é polémica...)
*
 Estamos tramados!!! Nem Caldas, nem Leiria tiveram cuidados intensivos!!!Morre depois de andarem 112km à procura de cuidados intensivos em 5 hospitais!!!!QUEREMOS RESPOSTAS DE SAÚDE HOSPITALAR para os alcobacenses!!!
 http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/02/758327fev20141355-ma-resposta-no.html
*
César já em 2015 escrevia Concelho Municipal da Juventude:
Intervenção de César Santos
1 - Propostas do Rogério Raimundo
2 - Hospital de Alcobaça
3 - Concelho Municipal da Juventude
 https://www.facebook.com/PSAlcobaca/videos/905951349455712/
***
 2013...face traz-me memórias deste dia:
***
 2012...face traz-me memórias deste dia:
 em Alcobaça vai haver Comissão de Utentes da Saúde...5ªfª 1.3.cine-teatro.Reunião Aberta à População...Espalhem a notícia. É preciso estarmos tds atentos em defesa do nosso Hospital na cidade!!
*
 a AAA tb é outro espaço para ir e voltar...aqui com euGÉNIO andrade
 Quando o ser da luz for
o ser da palavra,
no seu centro arder
e subir com a chama
(ou baixar à água),
então estarei em casa.
Eugénio de Andrade/Alireza Darvish

 https://www.facebook.com/andante.associacao.artistica/photos/a.288172387903334.74349.132465900140651/307154499338456/?type=3&theater
*
 Bem sabemos porque não há notícias na TV e nos jornais!!!...do governo de esquerda da Islândia, após bancarrota...
 http://www.pisos.com/noticias/noticias/hipotecas/islandia-perdona-la-deuda-hipotecaria-de-un-cuarto-de-la-poblacion/
*
 +1 belo espaço imaginativo...vantagens do face
 https://www.facebook.com/tododesign/photos/a.10150311051261184.329321.125486036183/10150527679146184/?type=3
***
2011...face traz-me memórias deste dia:
 toda a obra de Fernando Pessoa está digitalizada...
 http://uniralcobaca.blogspot.pt/2011/02/424027fev16h9-fernando-pessoa.html
*
 bdomingão e aquel' abRRaço para tds...a prenda é:
scorpions
*
 a minha filha Irina é uma bela e criativa artista plástica...1 grande educadora através da arte...1 beléRRima filha...
 https://www.facebook.com/irina.raimundo/media_set?set=a.1872117727190.116654.1368561152&type=3

***
1902
John Steinbeck
 "A arte do descanso é uma parte da arte de trabalhar.
*
É curioso como uma desgraça nos parece longínqua quando não nos atinge pessoalmente.
*
De todos os animais da Criação, o homem é o único que bebe sem ter sede, come sem ter fome e fala sem ter nada que dizer.
*
Pela grossura da camada de pó que cobre a lombada dos livros de uma biblioteca pública pode medir-se a cultura de um povo.
*
Acreditei sempre que um escritor é preciso lê-lo, não vê-lo.
*
Um escritor deve acreditar que o que está a fazer é o mais importante do mundo. E deve apegar-se a esta ilusão, ainda que saiba que não é verdade.
*
Conseguimos encontrar tantas dores quando a chuva cai.
*
Uma viagem é como o casamento. A melhor maneira de nos enganarmos é pensar que temos tudo sob controlo."

http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/12/926220dez20141033-john-steinbeck.html
***
1933
Incêndio do Parlamento alemão, Reichstag, por ordem de Adolf Hitler. A ação permite-lhe incriminar os comunistas e suspender a Constituição do país.
 Não podemos ignorar esta manobra...Urge ter memória...Neste dia começou a ascensão do nazismo...Há sinais preocupantes com outras matizes...Defender a Liberdade, a Paz
e a Democracia é 1 atitude permanente!!!
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2009/03/crise-e-luta-ideologica.html
***
 1933
Ruy Belo..."Às vezes se te lembras procurava-te
retinha-te esgotava-te e se te não perdia
era só por haver-te já perdido ao encontrar-te
Nada no fundo tinha que dizer-te
e para ver-te verdadeiramente
e na tua visão me comprazer
indispensável era evitar ter-te
Era tudo tão simples quando te esperava"

 http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/04/786417abril2014953-ruy-belo.html
***
1934
Baptista Bastos
 "Sinto uma surda revolta quando ouço os medíocres políticos portugueses dizerem: "Mas nós não somos a Grécia!", sem a noção do peso das palavras e com a desfaçatez de quem nada conhece de história. Não; não somos a Grécia, mas pertencemos-lhe, e a Grécia pertence-nos. Faz parte integrante da nossa condição relacional e da existência cultural e intelectual que nos define. Temos mais ou menos o mesmo número de população, e o percurso das nossas vidas possui traços muito semelhantes. A comparação, depreciativa e sórdida, constantemente feita, assume os contornos de grave insulto."
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2012/01/537811jan20121359-baptista-bastos.html
***
1976
Sahara Ocidental
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2016/02/471229fev201688-sahara-ocidentalfrente.html
***
 e as  pitadinhas matinais de Joaquim Pessoa:
2012

hj x AQUI JPessoa

Joaquim Pessoa
"Não encontro muita novidade em nada, salvo nos meus olhos."
in FLY, Litexa.
*
2014

a rotina boa das pitadinhas de Joaquim Pessoa
POEMA SEPTUAGÉSIMO SEGUNDO (excerto)
Nada faz sentido quando palpo a tua ausência, quando
não te vejo chegar com o sorriso que distingue os camponeses
dos que abundantemente tocam piano e se curvam lentamente
como se procurassem beber da terra a doce água da chuva.
Bravo! Faço amor com as mãos, mas as minhas mãos são
lentas como um adeus definitivo, um optimismo pessimista
que não sabe o que pensar nos próximos minutos. Nada
me é necessario senão tu. Nada me dá mais felicidade
senão tu, quando voltas carregada de palavras e de beijos,
quando escreves com os teus lábios na minha pele
os temerários e vivificantes salmos do amor.

*
in GUARDAR O FOGO
Editora Edições Esgotadas, 2013.
 Foto de Marks of Time.
 https://www.facebook.com/MarksofTime/photos/a.418400548290508.1073741826.418375808292982/436662126464350/?type=3&theater
 "Conta comigo sempre. Desde a sílaba inicial até à última gota de sangue. Venho do silêncio incerto do poema e sou, umas vezes constelação e outras vezes árvore, tantas vezes equilíbrio, outras tantas tempestade. A nossa memória é um mistério, recordo-me de uma música maravilhosa que nunca ouvi, na qual consigo distinguir com clareza as flautas, os violinos, o oboé.
O sonho é, e será sempre e apenas, dos vivos, dos que mastigam o pão amadurecido da dúvida e a carne deslumbrada das pupilas. Estou entre vazios e plenitudes, encho as mãos com uma fragilidade que é um pássaro sábio e distraído que se aninha no coração e se alimenta de amor, esse amor acima do desejo, bem acima do sofrimento.
Conta comigo sempre. Piso as mesmas pedras que tu pisas, ergo-me da face da mesma moeda em que te reconheço, contigo quero festejar dias antigos e os dias que hão-de vir, contigo repartirei também a minha fome mas, e sobretudo, repartirei até o que é indivisível. Tu sabes onde estou.
Sabes como me chamo. Estarei presente quando já mais ninguém estiver contigo, quando chegar a hora decisiva e não encontrares mais esperança, quando a tua antiga coragem vacilar. Caminharei a teu lado. Haverá, decerto, algumas flores derrubadas, mas haverá igualmente um sol limpo que interrogará as tuas mãos e que te ajudará a encontrar, entre as respostas possíveis, as mais humildes, quero eu dizer, as mais sábias e as mais livres.
Conta comigo. Sempre."
Foto: Luis Leitao

*
INFLAÇÃO
Cada vez nos temos mais apenas
um ao outro.
in OS DIAS DA SERPENTE.
**
https://www.facebook.com/585889288140273/photos/a.585946301467905.1073741828.585889288140273/737928819602985/?type=1&theater
Abraça-me. Quero ouvir o vento que vem da tua pele, e ver o sol nascer do intenso calor dos nossos corpos. Quando me perfumo assim, em ti, nada existe a não sereste relâmpago feliz, esta maçã azul que foi colhida na palidez de todos os caminhos, e que ambos mordemos para provar o sabor que tem a carne incandescente das estrelas. Abraça-me. Veste o meu corpo de ti, para que em ti eu possa buscar o sentido dos sentidos, o sentido da vida. Procura-me com os teus antigos braços de criança, para desamarrar em mim a eternidade, essa soma formidável de todos os momentos livres que a um e a outro pertenceram. Abraça-me. Quero morrer de ti em mim, espantado de amor. Dá-me a beber, antes, a água dos teus beijos, para que possa levá-la comigo e oferecê-la aos astros pequeninos.
Só essa água fará reconhecer o mais profundo, o mais intenso amor do universo, e eu quero que delem fiquem a saber até as estrelas mais antigas e brilhantes.
Abraça-me. Uma vez só. Uma vez mais.
Uma vez que nem sei se tu existes.
 in 'Ano Comum'
**
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=871126919596099&set=gm.896438733731571&type=1&theater
Canção da Minha Tristeza
Meu coração não está nas largas avenidas
nem repousa à tarde, para lá do rio.
Nada acontece. Nada. Nem, ao menos, tu 
virás despentear os meus cabelos.
Nem, ao menos, tu, neste tempo de angústia
vens dizer o meu nome ou cobrir-me de beijos.
Ah, meu coração não está nas largas avenidas
nem repousa à tarde, para lá do rio.
A cidade enlouquece os meus olhos de pássaro.
Eu recuso as palavras. Sei o nome da chuva.
Quero amar-te, sim. Mas tu hoje não voltas.
Tu não virás, nunca mais, ó minha amiga.
Nada acontece. Nada. E eu procuro-te
por dentro da noite, com mãos de surpresa.
Meu coração não está nas largas avenidas
nem repousa à tarde, para lá do rio.
E tu, longe, longe. Onde estás meu amor,
que não vens despentear os meus cabelos?
Eu quero amar-te. Mas tu hoje não voltas.
Tu não virás, nunca mais, ó minha amiga.
in 'Canções de Ex-Cravo e Malviver'