19/03/2015

9.757.(19mar2015.7.7') Neste dia...20março...vou rELEVAR: UM+4.avÔ, Dia Internacional da Felicidade e Dia Mundial da Saúde Oral, Reinaldo Ferreira, Ilse Losa, Ovídio, Ibsen,Emerson, Lake e Palmer, Invasão do Iraque, eclipse e A POESIA DE JOAQUIM PESSOA:


 hj (amanhã tb) é Dia Mundial da Saúde Oral
queremos melhores respostas do SNS!!!
 http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/10/889230out2014833-queremos-melhores.html
***
2017
UM+ 4.avÔ
 hj (amanhã tb) é Dia Internacional da Felicidade
Urge espalhar beleza
Urge contar bELAS estórias
Urge viver esTUpendaaaaaas emoAções
Urge perfumar o sítio onde estamos
Urge aromaTIzar o agHora
 urge 
      SERenidade 
             e SIMplicidade
                         em cada preSENTE
*
o equinócio é às 10h29'...Começa a PRIMAvera...
os nossos, d' ALCOBAÇA que vos abRRaça:
https://www.youtube.com/watch?v=C2z9sbWnzBw&list=RDC2z9sbWnzBw
***
2016
4.avÔ
hj (amanhã tb) é Dia Internacional da Felicidade

VOU
de nOVO
ser aVÔ ao vivo

dar o melhor de mim às minhas filhas
ao meu neto

Continuar o essencial:
sonhar até o infinito
envolver sempre e com mais soRRisos
construir o AMAnhã
de bELOS ÂMAgos

Saber que é pelo VIVERdade
e pelo corAGIR
que é o caminho CERto
trabalhar a pensar nos outros
no colectivo, na colectividade, no mundo

Gostar muito das pessoas

Amar é só para algumas
**
s.MARtinho do porto
by Jorge Norberto Santos

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1027909190613163&set=pcb.1027911227279626&type=3&theater
*
by João Moura

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=987923974616718&set=gm.10154121306413969&type=3&theater
**
Paredes da Vitória by Adelino Pataias

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10154020488509819&set=a.10150262398389819.346034.835759818&type=3&theater
*

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10154020489079819&set=a.10150262398389819.346034.835759818&type=3&theater
**
CCRJS da Tremoceira (Porto de Mós), a partir das 15 horas, englobado nas Matinés na Aldeia.
A.M.Catarino (fotografia) e Brigite Salvado (poesia)
https://www.facebook.com/amcatarino73/photos/a.371027306279180.75310.370893539625890/957893074259264/?type=3&theater
*

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1119787321388600&set=a.667156683318335.1073741828.100000720272124&type=3&theater
**
Amigos das letras vão antecipar o Dia Mundial da Poesia e vão andar no centro histórico da cidade de ALCOBAÇA

https://www.facebook.com/646937888690122/photos/a.651355664915011.1073741830.646937888690122/1138879719495934/?type=3&theater
*

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=954903597896439&set=pcb.954903637896435&type=3&theater
**
18h no Cineteatro João de Oliva Monteiro

Márcio Faraco

https://www.youtube.com/watch?v=CpaGz0vTKSA&list=RDCpaGz0vTKSA#t=1
***
2015
no dia Mundial da Felicidade... Há que triangular,
harmoniosamente,
em cada instante,
para SER feliz.
.
Consigo
e com os outros,
sempre,
a agir,
em três atitudes essenciais:
1. sonhar.
2. envolver.
3. construir.
*
eclipse parcial do sol
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2015/03/975418mar2015822-20mar2015-eclipse.html
***
2012...memórias deste dia:
 brava foto primaveril...o edifício da câmara municipal d' Alcobaça que vos abRRaça, com destaque para os amores perfeitos...
by José Eduardo Oliveira
Foto de José Eduardo Oliveira.
 https://www.facebook.com/photo.php?fbid=2619929832105&set=a.2619929312092.97563.1670949754&type=3&theater
***
2003
Invasão do Iraque
***
43 a.C.
Ovídio
 http://www.citador.pt/textos/no-amor-mil-almas-mil-maneiras-diferentes-ovidio
***
1828
Henrik Ibsen
***
1913
Ilse Losa
  “O primeiro dia da escola. A saca às costas, caminhei ao lado da minha mãe, cheia de curiosidade e de receios.
O Sr. Brand, o professor, distribuía sorrisos animadores aos meninos, que o fitavam com desconfiança. A barba grisalha e o colarinho engomado davam lhe um ar de austeridade, mas os olhos alegres protestavam contra tal impressão.
Começou por nos falar, e doseava serenidade com humor para afugentar os nossos medos.
De todas as escolas por que passei, a de que verdadeiramente gostei foi a escola primária.
Quando o Sr. Brand tomou nota do meu nome ninguém se virou para mim com sorrisinhos por soar a judaico, ninguém achou estranho eu responder “israelita” à pergunta do Sr. Brand à minha religião.
Fora a mãe que me recomendara: “Quando o Sr. Brand te perguntar pela religião, diz-lhe que és israelita. Soa melhor do que judia”. Eu não concordava, porque achava “israelita” uma palavra estranha que não parecia pertencer à minha língua e, por isso, corei de embaraço ao pronunciá-la.
E quando o Sr. Brand quis saber a profissão do meu pai respondi “negociante de cavalos”. Coisa natural. Muitos alunos eram filhos de lavradores e conheciam o meu pai.
Não me sentia envergonhada daquilo que eu e o meu pai éramos, como aconteceria mais tarde, no liceu, quando a minha mãe me recomendou que às perguntas respondesse, além de “sou israelita”, que o meu pai era “comerciante”.
Nota: o mundo terrível da vivência e do massacre dos Judeus, sob o satanismo hitleriano. Recomendo a leitura desta obra, em nome dos valores da vida!

http://uniralcobaca.blogspot.pt/2015/01/93485jan20151355-ilse-losa.html
***
1922
 Reinaldo Ferreira
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2016/06/433615jun20161155-reinaldo-ferreira.html
***
1950
Carl Palmer dos Emerson, Lake e Palmer
 https://www.youtube.com/watch?v=89g1P_J40JA&list=RD89g1P_J40JA
*
https://www.youtube.com/watch?v=9bM98GlHJvA
*
https://www.youtube.com/watch?v=89g1P_J40JA
*
https://www.youtube.com/watch?v=37e6_hdVonk
***
1957
Spike Lee
https://www.youtube.com/watch?v=LyXj43C8yVs&list=RDLyXj43C8yVs#t=4
***
19??
 Neste dia há que dar os paraBÉNS à bióloga SOFIA QUARESMA...autora d' ALCOBAÇA que vos abRRaça...promotora da qualidade de vida ambiental...
 http://uniralcobaca.blogspot.pt/2012/12/61274dez20121234-8dez16hsofia-quaresma.html
***
e A POESIA DE JOAQUIM PESSOA:
2014

13.22'13" é 1 bELO instante para ler em voz sussurrante estas pitadinhas do palavrear de Joaquim Pessoa
POEMA QUADRAGÉSIMO SÉTIMO
O amor é o mesmo
em todo o tempo e em todos
os lugares.
Mas o meu amor
é quando estás.
É onde estás.
Quando
as minhas palavras beijam
os teus olhos.
Onde
o poema penetra lentamente
no teu corpo e
o poeta sente
o orgasmo deslumbrado
das estrelas.

*
in GUARDAR O FOGO
Editora Edições Esgotadas, p. 79.
 
 https://www.facebook.com/InstitutoDasPessoasSingulares/photos/a.589895327698752.1073741828.589889311032687/703386079683009/?type=3&theater
 Quero-te para além das coisas justas
e dos dias cheios de grandeza.
A dor não tem significado quando ma roubam as árvores,
as ágatas, as águas.
O meu sol vem de dentro do teu corpo,
a tua voz respira a minha voz.
De quem são os ídolos, as culpas, as vírgulas
dos beijos? Discuto esta noite
apenas o pudor de preferir-te
entre as coisas vivas.

in "Guardar o Fogo".

*

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=884266691615992&set=a.334014919974508.82816.100000980087541&type=1&theater
Cavalo de palavras

Cavalo de palavras quem me agarra
quem aparta de mim esta saudade?
Quem fez da minha voz uma guitarra
tocada pelos dedos da verdade?

Cavalo de palavras quem me dera
poder erguer a voz. Calar o pranto.
Trazer no meu poema a Primavera
por dentro duma flor de verde espanto.

Cavalo de palavras meu amigo
meu soneto da mágoa mais acesa
pelas praias do sangue vou contigo

percorrer esta língua portuguesa
procurando o lugar que é abrigo
das enormes gaivotas da tristeza.
In: Amor Combate

*
TUAS MÃOS (excerto)
*
Na pele do olhar as tuas mãos,
abelhas de vertigem, queimaduras
de sono e suicídio. Sorrindo água,
escura intimidade. Tuas mãos
coincidindo com o vento
da pele, seda que cresce interrogando
o autor dos meus versos.
in O POETA ENAMORADO (Os Poemas de Amor)
Prefácio de Guilherme Antunes. A publicar brevemente
por Editora Edições Esgotadas.
*
PAI
Na tua casa havia uma aldeia
onde sempre foste todos os habitantes.
O ar vinha cantando dos campos da lua,
entrava em festa pelas frestas, pelas ruas,
doirando até à pele. Com ele chegava o aroma
do alecrim e da resina, da primeira lã dos cordeiros.
Tomaste para ti um nome que era todos os nomes,
aquele que pode mover todas as coisas, que pode ser
todas as coisas, o que todas as coisas comentam e festejam.
O nome dos pastores e dos lumes. Nome de reis
e artesãos. De escribas. E das crias
dos cães que povoavam os desertos.
Em todas as casas havia o teu nome
numa aldeia. Onde todos os habitantes
foram sempre tu. E onde a lua vinha cantando
dos campos, quando a festa do ar entrava
pelas frestas da pele com o aroma dos cordeiros.
Doiraste o alecrim e a resina. E tomaste
todas as coisas no teu nome. O nome
que todos os nomes comentam e festejam.
Em nome do nome de crias e pastores.
Em nome do nome de reis e artesãos.
Em nome dos lumes e dos cães. E em nome
dos escribas que povoam os desertos.
in NOMES.