28/03/2015

9.806.(28mar2015.7.55') Neste dia...28março...vou rELEVAR: UM+12.avÔ, Guess Who, Rosenberg e A POESIA DE JOAQUIM PESSOA:


***
2017
UM+12avÔ
UM+12 dias + nOVO
descobri que é possível o tempo andar para trás
estou mais vivo
mais activo
mais atento
mais mais em tudo
e mesmo o corpo também não envelhece
aliás tenho que estar mais valente
para os 18 anos da + nova
e para ver os 18 anos do meu neto
*
 88.º dia de 2017...estamos feitos n1 oito?
***
 2016
12.avô
12.12.12"
Meu caro Sebastião
urge ter esperança
    em cada instante
        é uma bela atitude
           que vou tentar que a vivas
   porque é
SONHAR BEM ACORDADO!
*
1 linha a incentivar a justiça a sério
*
O escreVIVER
      pode ajudar a interrogar
             a pensar
Duvidar
          sem ferir
Interrogar
          cuidadosamente
SABER VIVER
*
O dançar,
         o viver a cultura
                             a divertir
                a entreter
         mas também a TRANSformar
*
Urge + cordialidade com tds
           até com os adversáRIOS
*
Vou deixar voar
           quem se aproxima de mim
*
Vou ajudar a que mais amigos
       sejam críticos
                      atentos
                                livres
*
Vou mastigar as incertezas
      o mar de dúvidas
Vou mergulhar
                em pleno
                         no corAGIR
  a cantarolar o "gracias à la vida"
Vou ateNUar
            esta convulsão
                    esta tempestade
Vou viver +1 bELA amizade
            e coloRIR a vida
***
2016...memórias deste dia:
A CDU conseguiu abrir na UEuropeia, via deputada Ilda Figueiredo, a rubrica para projectos da ROTA DE CISTER...ver nova página no face...A CDU tem pressionado o PSD para retomar a actividade da Associação de Municípios Portugueses de Cister...QUEREMOS ALCOBAÇA CENTRO DO MUNDO, nomeadamente, de Cister...
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2011/05/455220maio12h35-cdu-nao-defende-saida.html
*
a famosa luz ao fundo do túnel...com mar bravíssimoooo...s.MARtinho do porto...d' ALCOBAÇA que vos abRRaça
fotos by João Moura
João Moura para Amigos de S. Martinho do Porto
28.03.16
Uns "pedaços" do nosso túnel em dia de mar mexido :)
*
salpicos...s.MARtinho do porto d' ALCOBAÇA que vos abRRaça
foto by Fernanda Matias
Foto de Fernanda Matias.
*
28mar2016...Ribeira, flora, Vale das Paredes da vitória...d' ALCOBAÇA que vos abRRaça
Adelino Pataias adicionou 28 fotos novas — em Praia das Paredes da Vitória.
*
LÉGUA...d'ALCOBAÇA que vos abRRaça
José Pinto
End of the day - Praia da Légua - PORTUGAL
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1591202417837974&set=a.1378592705765614.1073741828.100008446928071&type=3&theater
*
2.22.2"...a segunda está mesmo 1.ª...AMARelo...azul...BRANCOS...há o 1phone, o 1pad...e há 1 extraordináRIO iPê
Foto de Amo Flores.
https://www.facebook.com/amofloreslindas/photos/a.709495489140689.1073741828.709406165816288/932482556841980/?type=3&theater
*
s.MARtinho do porto
 bY João Moura

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=998063266936122&set=gm.10154161116143969&type=3&theater
*
by Fernanda Matias

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1575373986124312&set=pcb.10154161017883969&type=3&theater

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1575373966124314&set=pcb.10154161017883969&type=3&theater
***
2015...memórias deste dia:
Eugénio Rosa explica OS COFRES ESTÃO CHEIOS: "Entre 2010 e 2015, com a “troika” e governo PSD/CDS, as receitas de impostos aumentaram em Portugal em 8.247 milhões €, pois passaram de 30.627 milhões € para 38.874 milhões € como revelam os dados do Ministério das Finanças. As receitas de IRS e de IVA representam 93% deste aumento total."
*
neste dia...15hcafé Tertúlia 
Vai e Vem com Mary Bento d'ALCOBAÇA que vos abRRaça
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2015/01/939614jan2015733-projecto-vai-e-vem.html
*
atenção à multa (de 30 a 300€) passear, mesmo a pé, à beira arribas de São Martinho do Porto...d' ALCOBAÇA que vos abRRaça
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2015/03/980828mar20151313-multas-por-caminhar.html
*
gRRacias campeã NAIDE GOMES pelas alegrias que nos deste...
https://www.publico.pt/2015/03/26/desporto/noticia/naide-gomes-anuncia-final-de-carreira-1690460
*
vivaaaa Portugal...RICARDINHO foi considerado o melhor jogador do mundo de futsal!!! Já é a 2ª vez!!!
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1058308514184722&set=a.512932602055652.135833.100000167501033&type=3&theater
***
2014...memórias deste dia:
paREDES by Adelino Pataias

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10152319034679819&set=a.10150262398389819.346034.835759818&type=3&theater
***
2012...memórias deste dia:
contra os conformistas, estamos na luta consequente, pela DEMOCRACIA A SÉRIO!!!
31.3. é dia de muita LUTA...aqui em Alcobaça que vos abRRaça há tantooooooo...é pena não poder estar em todas, a não ser asSIM...
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=419539861394640&set=a.178071608874801.50199.100000158898650&type=3&theater
*
hj x aquiiiiiiii Pedro Abrunhosa:
https://www.youtube.com/watch?v=iOdtT7BKghk
*
Incluir e cooperar...
Foto de CEERIA - Centro de Educação Especial, Reabilitação e Integração de Alcobaça.
https://www.facebook.com/ceeria1976/photos/a.267819076581977.70088.266409210056297/386321464731737/?type=3&theater
*
ler é, muitas x, 1a bela viAGEm
"Os livros são abelhas que levam o pólen de uma inteligência a outra."
[James Lowell] Foto de Hierophant.
https://www.facebook.com/HierophantMagazine/photos/a.185944711429890.45106.145437912147237/381591295198563/?type=3&theater
***
 1810
ALEXANDRE HERCULANO: "É erro vulgar confundir o desejar com o querer. O desejo mede os obstáculos; a vontade vence-os."
"Eu não me envergonho de corrigir os meus erros e mudar de opinião, porque não me envergonho de raciocinar e aprender."
"A hipocrisia, suprema perversão moral, é o charco podre e dormente que impregna a atmosfera de miasmas mortíferos e que salteia o homem no meio de paisagens ridentes: é o réptil que se arrasta por entre as flores e morde a vítima descuidada."
"Querer é quase sempre poder: o que é excessivamente raro é o querer."
"O homem é mais propenso a contentar-se com as ideias dos outros, do que a reflectir e a raciocinar."
"O segredo da felicidade é encontrar a nossa alegria na alegria dos outros."
"A ingratidão é o mais horrendo de todos os pecados."
"No amor a ingratidão é filha primogénita da abnegação e da fraqueza."
"A indiferença silenciosa, grave, quase benévola, é a manifestação legítima da morte de toda a crença."
"A providência tempera as coisas deste mundo de modo que se podem simbolizar todas as felicidades dele numa ameixa saragoçana. Doçura, suco, beleza externa, sim senhor; tudo quanto quiserem: mas, no fim de contas, travo e mais travo ao pé do caroço."
"O medo é o pior dos conselheiros."
"Eu não me envergonho de corrigir os meus erros e mudar as minhas opiniões, porque não me envergonho de raciocinar e aprender."
"Para secar as lágrimas de uma viúva jovem não há como as mãos do amor."
"Saber resistir à violência é forte, mas vulgar; saber resistir à calúnia e aos motejos é maior esforço e mais raro."
"O amor do poeta é maior que o de nenhum homem; porque é imenso, como o ideal, que ele compreende, eterno, como o seu nome, que nunca perece."

 http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/09/869812set20141331-alexandre-herculano.html
***
 1868
Máximo Gorki: 1.º parágrafo da MÃE:
"Todos os dias, a sereia da fábrica lançava no ar fumarento e oleoso, por sobre o bairro operário, o seu vibrante rugido. E das pequenas casas escuras, obedecendo ao chamamento, saíam à pressa, como baratas assustadas, pessoas taciturnas, cujos músculos o sono não conseguia revigorar. Na penumbra fria, caminhavam pela rua mal pavimentada para a grande gaiola de pedra da fábrica que, serena e indiferente, as esperava, vigiando o caminho lamacento com as suas dezenas de olhos quadrados e viscosos. A lama estalava sob os pés. Ouviam-se exclamações roucas de vozes ensonadas, pragas grosseiras cortavam o ar, e ao encontro das pessoas chegavam outros sons: o ruído pesado das máquinas, o grunhido do vapor. Sombrias e severas, as altas chaminés negras perfilavam-se sobre o bairro como grossos varapaus."
 http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/05/79351maio20142255-maximo-gorki.html
***
1871
Proclamação da Comuna de Paris: «(...) A multiplicidade de interpretações a que a Comuna esteve sujeita e a multiplicidade de interesses que a explicaram em seu favor mostram que ela era uma forma política inteiramente expansiva, ao passo que todas as formas anteriores de governo têm sido marcadamente repressivas. Este era o seu verdadeiro segredo: ela era essencialmente um governo da classe operária, o produto da luta da classe produtora contra a apropriadora, a forma política, finalmente descoberta, com a qual se realiza a emancipação económica do trabalho».
«(...) A Comuna havia pois de servir como uma alavanca para extirpar os fundamentos económicos sobre os quais assenta a existência de classes e, por conseguinte, a dominação de classe. Emancipado o trabalho, todo o homem se torna um trabalhador e o trabalho produtivo deixa de ser um atributo de classe».
Karl Marx, «A Guerra Civil em França»,
Edições «Avante!», Lisboa, 1983, pp. 68 e 69.
 http://uniralcobaca.blogspot.pt/2016/03/293828mar201677-28mar1871proclamacao-da.html
***
 1936
Mário Vargas Llosa... "O sol escondia-se e havia uma sumptuosa cauda de pavão real, no horizonte.Uma ampla meseta verde escura....estendia-se...animada por brilhos líquidos, como se entre os tufos se rasgassem ribeiros e lagoas. À direita erguia-se uma hirsuta geografia perpendicular de rochas escarpadas, abismos e ribanceiras, " ...
"Os verdadeiros artistas e criadores constituem sempre contra-governos, governos nas sombras a partir das quais vão impugnando as certezas, as retóricas, as ficções ou verdades oficiais e recordando, no que pintam, compõem, interpretam ou fabulam que, contrariamente ao que sustém o poder, o mundo vai muito mal, e que a vida real estará sempre abaixo dos sonhos e dos desejos humanos."
 http://uniralcobaca.blogspot.pt/2015/07/990522jul201577-mario-vargas-llosa.html
***
1941
morreu Virginia Woolf
1 vivaaaaaaaa à sua obra: "A nossa vida é uma incerteza. Um cego que revoluteia no vazio em busca de um mundo melhor cuja existência é apenas uma suposição.
*
As mulheres, durante séculos, serviram de espelho aos homens por possuírem o poder mágico e delicioso de reflectirem uma imagem do homem duas vezes maior que o natural.
*
Cada um tem o seu passado fechado em si, tal como um livro que se conhece de cor, livro de que os amigos apenas levam o título.
*
Escrever é que é o verdadeiro prazer; ser lido é um prazer superficial.
*
É muito mais difícil matar um fantasma do que uma realidade."

 http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/02/575324fev201488-23201416hclube-de.html
***
1943
Chad Alfer dos Guess Who
https://www.youtube.com/watch?v=sw8nXCx5qgo&list=RDsw8nXCx5qgo
***
1947
 Dia Nacional da Juventude: "A 28 de Março de 1947 centenas de jovens participam num acampamento em Bela Mandil, no Algarve, organizado pelo Movimento de Unidade Democrática Juvenil (MUD Juvenil). Aquelas centenas de jovens tiveram a ousadia de se juntarem em plena noite fascista, num momento de luta e simultaneamente de convívio, para exigirem liberdade e democracia para Portugal. Uma ousadia que foi forte e violentamente reprimida pelas forças repressivas do regime fascista, terminando com centenas de detenções e prisões.
A partir desse dia, por iniciativa própria e com as próprias características da juventude, a partir da sua ousadia e coragem, o movimento juvenil decretou o seu dia nacional. Ninguém nem nenhuma instituição conferiu aos jovens ou os presenteou com o dia nacional da juventude: ele não surge por decreto, nasce a partir da organização da juventude, dos seus objectivos políticos, da sua luta e resistência.
Devemos à coragem desses jovens a convocação do referido acampamento e por esse meio a afirmação e luta pela liberdade e pela democracia, mas acima de tudo devemos a todas as gerações que se lhes seguiram o assinalar do dia nacional da juventude, identificando em cada momento os objectivos de luta concretos a desenvolver.
Foi assim até à Revolução de Abril, foi assim em cada um dos momentos que se lhes seguiram, é assim nos dias de hoje. Num outro plano, o papel, iniciativa e incentivo das autarquias CDU contribuem para manter bem vivos e actuais estes importantes momentos.
Contra a precariedade, sim à estabilidade
Para o próximo dia 31 de Março, a Interjovem/CGTP-IN convocou uma manifestação da juventude trabalhadora a realizar em Lisboa. Visando assinalar o dia nacional da juventude, a sua história e conteúdo, esta acção, à semelhança de anos anteriores, procurará traduzir as exigências, reivindicações e desafios que se colocam no actual momento à juventude.
A luta contra o desemprego juvenil, os baixos salários e a discriminação de que os jovens são alvo, a desregulação dos horários e da vida e o combate às inúmeras expressões da precariedade são elementos que estarão presentes na jornada de luta.
Esta acção assume particular importância no actual momento político, no seguimento do sucesso do 13.º Congresso da CGTP-IN. Nos últimos quatro anos o movimento sindical unitário sindicalizou cerca de dezasseis mil jovens trabalhadores e elegeu centenas de jovens delegados sindicais. São números que traduzem o prestígio e a vitalidade do projecto sindical da CGTP-IN, números que naturalmente tendo diferenças de sector para sector em função das suas próprias características, quase sempre traduzem uma realidade objectiva: onde há incentivo, aposta, capacidade de intervenção, acção e dinâmicas próprias dos jovens activistas sindicais, melhores são os resultados no que diz respeito à sindicalização.
No próximo dia 31 de Março estará presente nas ruas de Lisboa o testemunho da luta decisiva que se trava em centenas de empresas, das vitórias alcançadas e a certeza de que a luta é para continuar nas empresas, locais de trabalho, nas ruas e também, sem ficar à espera, para forçar que no plano institucional se concretizem novos avanços.
No próximo ano, assinala-se 70 anos do 28 de Março, dia Nacional da Juventude. A data redonda não é por isso mais importante do que os anos seguintes ou o ano que em curso, mas constituirá certamente uma oportunidade privilegiada para dar a conhecer a mais jovens uma componente importante da sua história e será, acima de tudo, um momento ímpar para que o movimento juvenil assuma mais uma vez nas suas mãos as suas reivindicações e exigências próprias e a definição dos caminhos da luta a levar por diante.
Pela escola a que temos direito
Mais financiamento; obras nas escolas e fim das aulas em contentores; mais professores e funcionários; reposição do passe escolar; contra as turmas superlotadas; privatização das cantinas, bares e papelarias; não aos elevados custos de frequência do ensino e manuais escolares – estas as reivindicações, entre outras, que mobilizaram os estudantes dos ensinos Básico e Secundário em mais uma acção nacional de luta realizada no passado dia 10 de Março.
Num profundo movimento de construção a partir das características próprias dos estudantes, das suas realidades associativas e dos inúmeros atropelos democráticos nas escolas, o movimento estudantil levou por diante iniciativas preparatórias em cerca de 95 escolas com acções muito diversas, com destaque para a realização de reuniões gerais de alunos, o que por si não seria notícia, não fosse a brutal pressão, tentativa de boicote e impedimento da realização das reuniões de alunos a partir de algumas direcções e directores escolares.
Atitudes antidemocráticas que tal como em jornadas de luta anteriores tiveram no dia 10 de Março episódios preocupantes com directores a arrancarem faixas das mãos de estudantes, a colocarem funcionários ou seguranças a intimidar quem protestava ou até a chamar a policia à escola com o objectivo de identificar os «perigosos» alunos que faziam a «perigosa» exigência de melhores condições humanas e materiais nas suas escolas.
Apesar de todos estes acontecimentos, em cerca de 35 escolas em vários distritos do País os estudantes não deixaram de se manifestar, encontrando em cada caso a forma de luta concreta, afirmando de forma clara a escola a que têm direito.
Foi uma luta que valeu pela sua preparação, pelo dia em si, pelas vitórias alcançadas e acima de tudo pelas condições de criou para a sua continuação. Uma luta que para além dos seus objectivos concretos se inseriu nas comemorações do dia do Estudante ao qual também se associaram os estudantes do Ensino Superior.
Após uma intensa acção em diversas instituições do Ensino Superior, onde num curto espaço de tempo se recolheram mais de 7000 assinaturas a exigir mais acção social escolar, no passado dia 15 de Março os estudantes voltaram à rua numa acção em Lisboa por mais financiamento, contra as propinas e o seu aumento, pela reposição do passe escolar, por um novo regulamento de atribuição de bolsas e reforço da acção social escolar, entre outras reivindicações.
Luta de todos os dias
Naturalmente que com características e em circunstâncias diferentes, o movimento estudantil, enfrentando hoje uma ofensiva de grandes dimensões que está longe de ser conhecida pelas amplas massas, não deixa ainda assim de transportar e levantar bem alto o legado de sucessivas gerações de jovens que estiveram na frente de combate. Numa luta intensa e prolongada que procurou nos diferentes momentos, a par da luta pela liberdade, a unidade estudantil e a defesa das suas estruturas nas mãos dos próprios estudantes, foi possível em 1962 criar as condições para que nas instituições de Ensino Superior e nas ruas se consagrasse o dia 24 de Março como o dia do Estudante, contra a vontade e ordem expressa do governo fascista, que respondeu com uma brutal repressão sobre os estudantes.
As acções desenvolvidas já este ano, os objectivos que colocaram e os espaços que abriram para o futuro próximo permitem deixar antever que as comemorações do dia do Estudante no próximo ano – quando se assinala o 55.º aniversário da data emblemática – constituirão mais um importante momento de luta do movimento estudantil, que a partir das suas dificuldades mas também das capacidades que revelam certamente encontrarão as formas de assinalar o seu dia, um dia para lembrar a história mas acima de tudo para, tal como no passado, impor pela luta o presente.
Março é pela sua história e acima de tudo pela sua prática o mês da juventude e da sua luta. A juventude é um dos alvos privilegiados da ofensiva social, económica e acima de tudo ideológica e são grandes os desafios que estão colocados aos jovens e às suas organizações. A luta pelo acesso à educação pública, gratuita e de qualidade; contra a precariedade e pelo emprego com direitos e pelo direito a viver e trabalhar no seu próprio país, constituem tarefas que em grande medida estão nas mãos da juventude. Essa luta que tendo um momento alto em Março, mas é uma luta de todos os meses e de todos os dias."

"Nós não aceitamos que o desemprego e a precariedade queimem os nossos sonhos, o medo quebre o nosso futuro, a austeridade esmague o nosso presente.
Temos direito a trabalhar, viver e ser felizes no nosso país!
Exigimos emprego seguro, melhores salários e mais direitos!
Exigimos que as nossas habilitações e competências sejam valorizadas e a actividade profissional dignificada!
Sabemos que vale a pena lutar, que unidos vamos conseguir uma vida melhor!

O pacto de agressão da troika e dos governos com políticas de direita, com os cortes nos salários, a precariedade e o desemprego e o retrocesso nos direitos, acentuaram a exploração e as desigualdades.
É urgente romper com esta política que serve unicamente os interesses do grande patronato!
É urgente derrotar a política de direita, que nos deixa a meio do mês a contar os trocos, que nos leva a deixar a família e os amigos para procurar trabalho no estrangeiro."
 http://uniralcobaca.blogspot.pt/2015/02/964122fev20151155-13-encontro-nacional.html
***
 1948
John Evan dos
Jethro Tull
 https://www.youtube.com/watch?v=NegXrA7uNa8&list=RDNegXrA7uNa8#t=67
***
1949
 Dave Greenfields dos Stranglers
https://www.youtube.com/watch?v=jqfqVDHNW6c&list=RDjqfqVDHNW6c
***
1951
Os Rosenberg foram condenados por espionagem
 Urge ter memória dos anti-comunismos primários!
1 vivaaaaaaaaa à Ethel e ao Julius
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2015/03/96865mar2015744-julius-e-ethel-rosenberg.html
***
1956
Zizi Possi
 https://www.youtube.com/watch?v=gDB5pV5q6GE&list=RDgDB5pV5q6GE
***
1984
Lady Gaga
 https://www.youtube.com/watch?v=pco91kroVgQ&index=3&list=PLCD2C60EFEB63DCA7
***
 1994
morre Ionesco
1 vivaaaaaaaaa à sua obra: "Não é a resposta que nos ilumina, mas sim a pergunta.
*
Devemos escrever para nós mesmos, é assim que poderemos chegar aos outros.
*
Pensar contra o nosso tempo é um acto de heroísmo. Mas dizê-lo é um acto de loucura.
*
O facto de sermos habitados por uma nostalgia incompreensível seria mesmo assim o sinal de que existe um além.
*
Sendo o cómico a intuição do absurdo, ele afigura-se-me mais desesperante do que o trágico.
*
Querermos ser do nosso tempo é estarmos já ultrapassados.
*
Ninguém é dono da multidão, ainda que creia tê-la dominada.
*
Mergulha, sem limites, no espanto e na estupefacção; deste modo podes ser sem limites, assim podes ser infinitamente.
*
Só as palavras contam; o resto é tagarelice."

 http://uniralcobaca.blogspot.pt/2013/05/657016maio20131636-1-producao-teatral.html
***
e A POESIA DE JOAQUIM PESSOA:
2012
hj x AQUI:

Joaquim Pessoa
POEMA
SEXAGÉSIMO
NONO
Amo a figueira,
a sonolenta árvore onde Judas
ajustou contas com a sua palavra,
vitória breve da inflorescência da
traição. Figo que no espírito se fez carne
e se fez casa ambiciosa, difícil de sustentar
a hipotética hipoteca da
consciência.
A figueira recusou
os trinta dinheiros que
pendiam da mão desolada do apóstolo,
sem contabilizar o envergonhado brilho
dessa prata que
bastaria para comprar todos os figos
que a figueira nunca pretendeu
mais
que oferecer.
(Do livro inédito, GUARDAR O FOGO)
*
Meu coração não está nas largas avenidas
nem repousa à tarde, para lá do rio.
Nada acontece. Nada. Nem, ao menos, tu
virás despentear os meus cabelos.

Nem, ao menos, tu, neste tempo de angústia
vem dizer o meu nome ou cobrir-me de beijos.
Ah, meu coração não está nas largas avenidas
nem repousa à tarde, para lá do rio.

A cidade enlouquece os meus olhos de pássaro.
Eu recuso as palavras. Sei o nome da chuva.
Quero amar-te, sim. Mas tu hoje não voltas.
Tu não virás, nunca mais, ó minha amiga.

Nada acontece. Nada. E eu procuro-te
por dentro da noite, com mãos de surpresa.
Meu coração não está nas largas avenidas
nem repousa à tarde, para lá do rio.

E tu, longe, longe. Onde estás meu amor,
que não vens despentear os meus cabelos?
Eu quero amar-te. Mas tu hoje não voltas.
Tu não virás, nunca mais, ó minha amiga.

Foto web

*

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=826770207358144&set=gm.913038365404941&type=1&theater
CANÇÃO DE ESTAR EM TERRA

Da sede meu amor farei um barco.
Uma vela no porto. E ao vê-la perto
eu direi meu amor que por ti parto
e fico e firo e faço e sigo e por ti ardo.

Direi a rosa o cravo o trevo o cardo.
Darei o corpo, amor. Direi um astro.
Ai flor de quem está farto farto farto
de rimar contra a maré em pinho incerto.

Que mais direi amor? Eu que maldigo
eu que mal amo as coisas conquistadas
que mais direi? Aneis corais espadas?
Já mal me há-de bastar o que eu não digo.

É aqui, de bruços sobre a espuma
que o mar nos causa a dor de estar em terra.
E as palavras nos doem uma a uma.
E os homens em Lisboa fazem guerra.
in 125 Poemas Antologia Poética
Litexa-Editora 3ª edição 1989

*

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1429688903997451&set=a.1382426475390361.1073741827.100008690650975&type=1&theater
SONETO DO FRENTE A FRENTE

Frente ao mar tudo é deserto
frente a ti tudo é perfeito
tudo está longe e está perto
tudo cabe no meu peito
e tudo é um céu aberto
quando te abraço no leito
se o amor já é decerto
perfeito, mais que perfeito.
Bebo palavras enxutas
da tua boca molhada
e os beijos são como lutas
numa guerra descarada
que em ternas, doces disputas,
dura até de madrugada.