03/04/2015

9.825.(3ab2015.8.44') Aristides de Sousa Mendes

Nasceu a 19jul1885
e morreu a 3ab1954
***
17jun1940
 emite os primeiros vistos que salvam judeus perseguidos pela política nazi.
*
28jun2014
Cistermúsica 2014 LENDAS E HERÓIS homenageou-o
com 1 BAILADO inesquecível 
coreografado por Daniel Cardoso
pelo QUORUM BALLET
"30.000"
***

http://www.aristidesdesousamendes.com/zasm_nahistoria.htm
"Como informei toda a gente, o meu governo recusou terminantemente todos os pedidos para concessão de vistos a todos e quaisquer refugiados. Tudo está agora nas minhas mãos para salvar os muitos milhares de pessoas que vieram de todos os lados da Europa na esperança de encontrar refúgio em Portugal. Todos eles são seres humanos e o seu estatuto na vida, religião ou cor, são totalmente irrelevantes para mim. Além disso, as cláusulas da Constituição do meu País relativas a casos como o presente, dizem que, em nenhuma circunstância, religião ou as convicções políticas de um estrangeiro, o impedirão de procurar refúgio no território português. Eu sou cristão e, como tal, acredito que não devo deixar esses refugiados sucumbir. Uma grande parte deles são judeus" ...
"Sei que a minha mulher concorda com a minha opinião e estou certo de que os meus filhos compreenderão e não me acusarão, se por dar vistos a todos os refugiados, eu amanhã for destituído do meu cargo por ter agido contra ordens que, em meu entender, são vis e injustas. E assim, declaro que darei, sem encargos, vistos a quem quer que os peça...
... O meu desejo, é mais ,estar com Deus contra o homem,
do que com o homem contra Deus."
***
Via DN
Aristides de Sousa Mendes
http://www.dn.pt/inicio/artes/interior.aspx?content_id=2873478&seccao=Cinema
O filme "O cônsul de Bordéus", que se estreia na quinta-feira, recorda a "enorme coragem e entrega pessoal" do diplomata português Aristides de Sousa Mendes, disse à agência Lusa o realizador Francisco Manso.

"Faz todo o sentido fazer este filme pela temática. É uma história dramática, é um filme de ficção de caráter universal, mas revela uma atitude de enorme coragem", referiu o realizador.
Veja aqui o trailer do filme.
https://www.youtube.com/watch?v=cZQFjBi7Eio
Em "O cônsul de Bordéus", correalizado por Francisco Manso e João Correa, cruza uma história de ficção, de um maestro que recua nas suas memórias a junho de 1940, quando foi um dos milhares de refugiados durante o regime nazi, com a vida real de Aristides de Sousa Mendes.
O diplomata português, à revelia de Oliveira Salazar, atribuiu cerca de trinta mil vistos a refugiados perseguidos pelo regime nazi em 1940.
***
RTP fez 5 documentários
https://www.youtube.com/watch?v=nefahWcE9_4
2
https://www.youtube.com/watch?v=AHh3dLUCtPc
3
https://www.youtube.com/watch?v=Q2iAzWTseew
4
https://www.youtube.com/watch?v=xK6rwjG836I
5
https://www.youtube.com/watch?v=V2-T6NzT3aM
***

***
Via Lusibero
da Maria Elisa Ribeiro
http://lusibero.blogspot.pt/2014/02/sobre-aristides-de-sousa-mendes-1885.html
***