25/04/2015

9.964.(25ab2015.19.33') Neste dia...26abril...vou rELEVAR: UM+41avÔ,Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, Francisco Peças, António M. Catarino, Mário de Sá-Carneiro, Guernica, Duran Duran, Dia Mundial da Propriedade Intelectual e Dia Nacional do Utente de Saúde e a poesia de Joaquim Pessoa


***
2017
UM+41.avÔ
eu prefiro amar, gostar, compreender
*
eu prefiro muito mais as prendas do SER
do as do ter
mas os livros que me vão dando
alguns ao tê-los
                     fazem-me ir ao longínquo
*
 tenho tido a surpresa
                                de receber flores
pelos 66 recebi 1 bELO ramo de flores
*
reALIzar
reSOLver
com o meu SER
em x do meu ter
***
2016
41.avÔ
acordei a naDAR
suAVEmente
no céu azul
especial
pleno d'estrELAS
*
Fugir ao óbvio
imAGInar acção
proCURAR nOVOS caminhos
urge + transformAÇÃO
com mt inspirAÇÃO
*
A essência dos falsos
é sempre a mesma
É como as cobras
Há quem só saiba morder
Não vou mudar
Tenho é de SER
mais prevenido
e atento
*
entre nós há uma imensidão a percorrer
o próximo ainda é tão longe
excepto quando nos derretemos
em luxúria e prazer
é o extraordinário liquefazer
e quando é em simultâneo
é  espantoso
*
O mundo tem 1 mar de MARavILHAS
Falta o SENTIR
                    o apreciar
                                o rePARAR nELAS
***
2017

Foto de César Salazar Duarte.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=267745660345606&set=a.124086878044819.1073741828.100013305220802&type=3&theater
***
2016...memórias deste dia:
s.MARtinho
by João Patrício

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=605976206220834&set=oa.10154236584753969&type=3&theater

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=605974636220991&set=oa.10154236581593969&type=3&theater
*
by Fernanda Matias

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1591611694500541&set=gm.10154237519253969&type=3&theater
*

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1591553077839736&set=pcb.10154237200858969&type=3&theater
*
aqui: João Silva e Melanie Santos...d' ALCOBAÇA que vos abRRaça
http://www.federacao-triatlo.pt/ftp2015/portugal-alimenta-um-inedito-sonho-olimpico-em-cape-town/
*
1 bravíssimooooooooooo para o Bruno Dias, d' ALCOBAÇA que vos abRRaça... "treinador e director técnico do Benedita Sport Club Natação, foi distinguido com o prémio TREINADOR DE JOVENS (infantis, juvenis e juniores), atribuído pela APTN (Associação Portuguesa Treinadores Natação).
É com grande orgulho e satisfação que a Direcção deste clube vê reconhecido o trabalho, o empenho e dedicação do nosso treinador em prol do clube, dos atletas e da natação em geral.
Um agradecimento especial por todo o trabalho realizado ao longo de todos estes anos ao serviço do Benedita Natação."
https://www.facebook.com/108078259217245/photos/a.117460711612333.14856.108078259217245/1248116645213395/?type=3&theater
*
hj às 15h.confª imprensa...OBSERVATÓRIO SOCIAL d' ALCOBAÇA que vos abRRaça...ver site do município
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2016/04/760826abril201677-observatorio-social.html
*
25abril2016...7km de caminhada da LIBERDADE...em ALCOBAÇA que vos abRRaça...fui o 777.º
Foto de Rogério Manuel Madeira Raimundo.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10208244334097473&set=a.1081356805590.12781.1576428905&type=3&theater
***
2015
paREDES by Alda Vaz

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1059526090727650&set=a.146214172058851.27959.100000108085974&type=3&theater
***
2014...MEMÓRIAS DESTE DIA:
a BB bela baía...SMPorto...d'ALCOBAÇA que vos abRRaça...e bnoite para tds!!! e gRRacias ao Pedro libóRIO Por +1 bELA fotogravAÇÃO
https://500px.com/photo/68324157/postcard-from-home-by-pedro-liborio?utm_medium=facebook&utm_campaign=nativeshare&utm_content=web&utm_source=500px
*
by Suzete Silva
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1591343974423161&set=a.1425306897693537.1073741827.100006427226057&type=3&theater
*
22-2-22" aquiiiiiiiiii...extraordinária poesia de David Mourão-Ferreira...canções (pouco conhecidas) da resistência ao fascismo de Amália...Luís Cília canta belos poemas, como este:
"Ternura
Desvio dos teus ombros o lençol,
que é feito de ternura amarrotada, 
da frescura que vem depois do sol,
quando depois do sol não vem mais nada...
Olho a roupa no chão: que tempestade!
Há restos de ternura pelo meio,
como vultos perdidos na cidade
onde uma tempestade sobreveio...
Começas a vestir-te, lentamente,
e é ternura também que vou vestindo,
para enfrentar lá fora aquela gente
que da nossa ternura anda sorrindo...
Mas ninguém sonha a pressa com que nós
a despimos assim que estamos sós!"
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/03/774131mar2014818-david-mourao-ferreira.html
*
paREDES da VITÓRIA pintada d'azullllllllllll...bELA fotogravAÇÃO do Bruno januáRIO...d'ALCOBAÇA que vos abRRaça
Foto de Bruno Januario.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10202370284871989&set=gm.626206774124458&type=3&theater
*
Jerónimo de Sousa fez 1 bELA intervenção...Há que ler e reler!!!
(...) Em todo o processo que se seguiu nenhuma das suas realizações foi oferecida ao povo português. Nem por salvadores, nem pelo poder político, nem pelos militares.
Foram por ele conquistadas! Reconhecidas pelo MFA e consignadas pelos deputados constituintes.
As liberdades de imprensa, de associação, de reunião, de manifestação.
Uma nova estrutura económica liberta do poder dos monopólios travando a sabotagem económica e conduzindo as nacionalizações de sectores básicos e estratégicos, valorizando o papel das pequenas e médias empresas.(...)
*
pitadinhas de josÉ saraMAGO
"Fisicamente, habitamos um espaço, mas, sentimentalmente, somos habitados por uma memória."
*
"Cada segundo que passa é como uma porta que se abre para deixar entrar o que ainda não sucedeu."
Foto de Onde vão parar os sonhos extraviados?
https://www.facebook.com/aquesonha/photos/a.207912522552713.57123.181445075199458/597474413596520/?type=3&theater
***
2013..memórias deste dia:
Foto de Acácia Barqueiro.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=590531044299508&set=p.590531044299508&type=3&theater
*
1a pitadinha de Paulo Freire e a obra completa
Foto de MAGS-consultoria, formação e eventos.
https://www.facebook.com/MagsConsultoriaFormacaoEEventos/photos/a.523758760980736.109242.521959294494016/547352055288073/?type=3&theater
*
+1 bela caminhada em Pataias...alparcata...d' Alcobaça que vos abRRaça
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=492781417441995&set=oa.172551182903801&type=3&theater
*
agendar...4.maio.CTAlcobaça que vos abRRaça
saxofínia com Mário Dinis Marques
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=560735133957093&set=a.121346997895911.12726.100000618352721&type=3&theater
*
Summer Time dos nossos The Gift
https://www.youtube.com/watch?v=YqEU-oot9AE
*
ECOA... embaixadores d'Alcobaça que vos abRraça...brasil...
https://www.facebook.com/TheGiftOfficial/photos/a.285304098208499.66060.118368261568751/468726996532874/?type=3&theater
*
só quem anda mui distraído é que não percebe porque sonegam esta imAGEm. ONTEM. av. da LIBERDADE
Foto de Pedro Purificação.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=455524877860859&set=a.109217199158297.18547.100002100510803&type=3&theater
*
paraBÉNS e bela inciativa do Atelier 19
https://www.facebook.com/events/144918909023992/?acontext=%7B%22ref%22%3A%223%22%2C%22ref_newsfeed_story_type%22%3A%22regular%22%2C%22feed_story_type%22%3A%2217%22%2C%22action_history%22%3A%22null%22%7D
*
unir Alcobaça que vos abRRaça...7 ovos de Colombo...1 exemplo...
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2013/04/647926abril2013929-cdu-e-diferente-um.html
*
+1 vitória do Carlos Santos do Alcobaça Clube de Ciclismo...d'alcobaça que vos abRRaça...
e 1a pitadinha de Albert Einstein: "Viver é como andar de bicicleta: 
É preciso estar em constante movimento 
para manter o equilíbrio."
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=239100609562040&set=a.127670474038388.21720.100003863076033&type=3&theater
***
2011..memórias deste dia:
Dia 9.60, 9h9',Há pesSOAs e MELoDIAS,que nos fazem companhia permanente. Hoje rELEVO: Gracias a la vida. Violeta Parra.
https://www.youtube.com/watch?v=UW3IgDs-NnA
*
18h18' a reunião terminou às 16h20' e já presto contas como vereador da cdu.pcp...aqui no UNIR:
http://www.uniralcobaca.blogspot.com/
***
 Dia Mundial da Propriedade Intelectual
***
 Dia Nacional do Utente de Saúde
***
1916
morreu Mário de Sá-Carneiro
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2014/04/790326abril20141040-hj-e-dia-de-mario.html
*
fim
Trovante
https://www.youtube.com/watch?v=Cw8PAdQBQ1I
***
1919
 Alcobaça que vos abRRaça recebeu  a Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito.
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2017/04/628226abri201799-historia-de-alcobaca.html
***
1937
 nazis bombardeiam Guernica
https://www.youtube.com/watch?v=BQWozCtyMjQ
***
1960
Roger Andrew Taylor baterista dos  Duran Duran
https://www.youtube.com/watch?v=TreNe5D8OXE&list=RDTreNe5D8OXE
***
1971
hj é de dar paraBÉNS ao Francisco de Bruno Peças... é sempre 1 prazer ouvi-lo a cantar...d' ALCOBAÇA que vos abRRaça
https://www.youtube.com/watch?v=J0sYZY3LZIk&feature=youtu.be
***
1973
Hj é de dar paraBÉNS ao António M. Catarino, autor, fotógrafo, bloguista...da Benedita, d' ALCOBAÇA que vos abRRaça...
"Era imediatamente antes do nascer do sol que o canto dos pássaros invisíveis se fazia ouvir. O som do seu trinar possuía cores e plumas percetíveis apenas ao olho da alma, ecoando melodicamente nos carrascos, moitas e alecrins da Serra dos Candeeiros, sem nunca, contudo, se deixarem avistar."
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2013/05/65002maio201316h-gostei-de-ler-o.html
***
1986
Chernobyl..urge ter memória!
e temos 1 central tão perto da fronteira com Espanha...
http://uniralcobaca.blogspot.pt/2015/11/553217novem201577-catastrofes-ambientais.html
***
 e a poesia de Joaquim Pessoa:
2013
a pitadinha diária de Joaquim Pessoa
(...) Uma pátria enamorada, onde se possa caminhar em direção ao
amor, sem atos heróicos e sem lágrimas, com o coração cheio
de canções. Onde ao princípio de cada madrugada qualquer de
nós possa trocar intimamente os seus segredos, com a garantia
de que mais ninguém escutará essas palavras.

*

Sou um fantasma em busca de uma pátria. O sítio onde estou
é um quintal cheio de melancolia e de solidão onde cada um
foge de si próprio e os que se afirmam felizes são aqueles que
ainda não têm consciência disso. Não quero uma pátria de
peregrinos e de putas "free lance", não quero atravessar a rua
sem respostas, sem responsabilidade, ferido pela imundície,
por um silêncio estéril, com passos impotentes e contrafeitos,
tentando evitar que alguém me explique ou ensine alguma
coisa. Já quase não tenho ninguém a quem dar um abraço, à
beira do caminho só vejo estranhas flores de papel, próximas
da morte, que pretendem dar-me conselhos, transmitir-me
recados, fazer-me avisos.
Sinto que me empurram para a morte como se me oferecessem
um refúgio onde me querem de costas para a vida, para tudo o
que nela sempre procurei desesperadamente transformar como
se quisesse mudar o sangue em água pura. Procuro amar-me
e amar os outros com uma obstinação ágil e silenciosa, procuro
uma intimidade com um mundo cuja herança tenho dificuldade
em reconhecer e aceitar.
Não tenho pátria e busco uma. Um país onde as estrelas não
estejam tão distantes, onde o silêncio faça sentido, onde o sentido
das coisas não seja o do fogo que as consome. Persigo uma
pátria que venha dentro de mim, mas que seja de todos aqueles
que os meus lábios possam pronunciar o nome. Com uma
realidade próxima dos sonhos. Os possíveis, os impossíveis, os
que não podem ser sonhados.
Uma pátria enamorada, onde se possa caminhar em direção ao
amor, sem atos heróicos e sem lágrimas, com o coração cheio
de canções. Onde ao princípio de cada madrugada qualquer de
nós possa trocar intimamente os seus segredos, com a garantia
de que mais ninguém escutará essas palavras.

in ANO COMUM
(Introd. de Robert Simon;
Posf. de Teresa Sá Couto)
Litexa Editora, 2011.
Foto de Poetas  Poemas  Poesias.
https://www.facebook.com/Poetaspoemasepoesias/photos/a.381985865181535.83536.381791518534303/528374187209368/?type=3&theater
*
21.12' +1A PITADINHA DE Joaquim Pessoa
(...) Amor. Amor. Amor. Amor de tudo ou nada.
Amor-verdade. Amor-cidade.
Amor-combate. Amor-abril.
Este amor de liberdade."
+
(hoje é Dia da Liberdade/today it's Freedom Day)

"Meu amor que eu não sei. Amor que eu canto. Amor que eu digo.
Teus braços são a flor do aloendro.
Meu amor por quem parto. Por quem fico. Por quem vivo.
Teus olhos são da cor do sofrimento.

Amor-país.
Quero cantar-te. Como quem diz:

O nosso amor é sangue. É seiva. É sol. É Primavera.
Amor intenso. amor imenso. amor instante.
O nosso amor é uma arma. É uma espera.
O nosso amor é um cavalo alucinante.

O nosso amor é pássaro voando. Mas à toa.
Rasgando o céu azul-coragem de Lisboa.
Amor partindo. Amor sorrindo. Amor doendo.
O nosso amor é como a flor do aloendro.

Deixa-me soltar estas palavras amarradas
para escrever com sangue o nome que inventei.
Romper. Ganhar a voz duma assentada.
Dizer de ti as coisas que eu não sei.

Amor. Amor. Amor. Amor de tudo ou nada.
Amor-verdade. Amor-cidade.
Amor-combate. Amor-abril.
Este amor de liberdade."

in "amor combate"

fotografia: Miss Defocused on webstagram
santos-cais do sodré, Lisboa

Foto de Mar da Palha.
https://www.facebook.com/mardapalha.dcl/photos/a.172535788416.149938.172530728416/10151646468458417/?type=3&theater
*
2014
Joaquim Pessoa para começar bem o 26d'abriLIBERDADE
Dia 31. (excerto)
Nesse tempo oferecia o meu corpo à primavera, bebia a luz
dos ramos, o rubor dos frutos, a água que nela própria mira-
va o esplendpr do mundo. Pura e jovem era a alegria das on-
das que rebentavam no meu peito, os cavalos do instinto des-
filavam rente às marés, eram de prata e ouro os hábitos e os
beijos.
A paixão e a fantasia criavam uma nova liberdade, sepultando
uma tristeza humilhada debaixo das nossas crenças, e a vida
era mais parecida com a verdade.
Nem herói nem cobarde me julga hoje o tempo. Continuo a
tentar inventar beleza como um acto decidido e necessário. E
quero ser testemunha da assombrosa luz da madrugada.
*
in ANO COMUM, 2.ª ed.
Editora Edições Esgotadas, 2013.
*
Quem empunhou o machado
e cortou a flor de lume?
Quem fez o estranho noivado
das estrelas com o estrume?
Quem nada na maré falsa
com braços de maré cheia?
Quem quer a fome descalça 
por causa de um pé de meia?
Quem traz a vida aos soluços
no gume de uma navalha?
Quem põe um homem de bruços 
por dá cá aquela palha?
Quem da vida faz um fardo 
e da mentira um exemplo?
Quem da rosa faz um cardo
no altar do nosso templo?
Quem é que se diz profeta
e é traidor na sua terra?
Quem é que fez da caneta
uma arma em pé de guerra?
Quem é que vende o meu Povo
por "interesse" nacional?
Quem fez de Colombo um ovo
e descobriu Portugal?
Quem pretende que eu me cale
porque a poesia é perigosa?
Quem é que quer afinal
uma canção cor de rosa?
 em "Amor Combate"

Fotografia de Caras Ionut
Foto de sonhar a realidade.
https://www.facebook.com/sonhararealidade2013/photos/a.349115855209208.1073741828.349094905211303/545563875564404/?type=3&theater
*
Foto de sonhar a realidade.
https://www.facebook.com/349094905211303/photos/a.349115855209208.1073741828.349094905211303/774409422679847/?type=1&theater
O cravo

O cravo trevo levado
lavado cheirando a água
cravo meu sangue pisado
peito nora a puxar água

Mágoa sirene do vento
que o vento grita ao correr
mágoa que acende no tempo
um cravo punho a doer

Cravo que é a morte ou é a vida
da vida mais desgraçada
tantas vezes mal sofrida
sofrendo a vida parada

Até que a morte parida
seja a vida libertada

em "Amor Combate"

*

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=840202142681617&set=gm.928287430546701&type=1&theater
Dia 283

Sou um fantasma em busca de uma pátria. O sítio onde estou
é um quintal cheio de melancolia e de solidão onde cada um
foge de si próprio e os que se afirmam felizes são aqueles que
ainda não têm consciência disso. Não quero uma pátria de
peregrinos e de putas "free lance", não quero atravessar a rua
sem respostas, sem responsabilidade, ferido pela imundície,
por um silêncio estéril, com passos impotentes e contrafeitos,
tentando evitar que alguém me explique ou ensine alguma 
coisa. Já quase não tenho ninguém a quem dar um abraço, à 
beira do caminho só vejo estranhas flores de papel, próximas da
morte, que pretendem dar-me conselhos, transmitir-me recados, 
fazer-me avisos.
Sinto que me empurram para a morte como se me oferecessem
um refúgio onde me querem de costas para a vida, para tudo o
que nela sempre procurei desesperadamente transformar como
se quisesse mudar o sangue em água pura. Procuro amar-me
e amar os outros com uma obstinação ágil e silenciosa, 
procuro uma intimidade com um mundo cuja herança tenho
dificuldade em reconhecer e aceitar.
Não tenho pátria e busco uma. Um país onde as estrelas não 
estejam tão distantes, onde o silêncio faça sentido, onde o 
sentido das coisas não seja o do fogo que as consome. Persigo 
uma pátria que venha dentro de mim, mas que seja de todos 
aqueles que os meus lábios possam pronunciar o nome. Com uma
realidade próxima dos sonhos. Os possíveis, os impossíveis, os
que não podem ser sonhados.
Uma pátria enamorada, onde se possa caminhar em direcção ao
amor, sem actos heróicos e sem lágrimas, com o coração cheio
de canções. Onde ao princípio de cada madrugada qualquer de
nós possa trocar intimamente os seus segredos, com a garantia
de que mais ninguém escutará essas palavras.

in ANO COMUM 1ª ed.
Litexa Editora, 2011.

*

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=840903229310511&set=a.115803568487151.13305.100001725243075&type=1&theater
O AMANTE EM DESGRAÇA

Por ti, formosa jóia de ouro, passo as noites angustiado. Longe de ti, o céu cobre-se de sombras e a primavera é inútil. As flores abrem-se sem objectivo e seus perfumes perdem-se no espaço. O meu coração queima-se com uma queimadura intolerável.

No meu jardim deserto; à sombra do limoeiro nevado de flores e nimbado de abelhas, bebo a água gelada que enche o pequeno tanque. Nessa água mergulho as minhas mãos, sem acalmar a minha febre. Junto ao rosal que escolheste, evoco o nosso amor. Quando uma rosa perde as suas pétalas por ter-te esperado em vão, deixa cair lágrimas de púrpura. O perfume que acompanha a brisa é como o incenso que os cristãos queimam diante dos seus mortos.

Ó Senhor, para que eu possa subsistir, peço-Te apenas uma graça: que apagues do meu coração a imagem das suas pequenas sandálias, colocadas uma junto da outra, no umbral da minha porta!

in Os Herdeiros do Vento, Antologia Apócrifa – Cantos da Caravana (poemas beduínos)
Litexa, 1984
_________
imagem da web