10/10/2016

6.357.(10uTUbro2016.7.7') Orson Welles

Nasceu a 6maio1915
e morreu a 10ouTUbro1985
***
Avance: Orson Welles. Entrevista en París - Canal Encuentro
https://www.youtube.com/watch?v=ZypVXX3T7Dw
***
"War of the Worlds" 1938 Radio Broadcast
https://www.youtube.com/watch?v=OzC3Fg_rRJM
***
https://www.youtube.com/watch?v=sd4mMmrpIB0
***
http://estoriasdahistoria12.blogspot.pt/2016/10/10-de-outubro-de-1985-morre-o.html

10 de Outubro de 1985: Morre o Realizador e Actor de Cinema norte-americano, Orson Welles

Nasceu em Kenosha, no Estado de Wisconsin a 6 de maio de 1915 e faleceu em Hollywood a 10 de outubro de 1985, vítima de enfarte do miocárdio. Filho de uma pianista e de um inventor, já em criança "devorava" Literatura, especialmente obras de William Shakespeare e de Cervantes. Aos 12 anos, assistiu à morte quase simultânea de seus pais que lhe deixaram uma herança considerável. Depois de ter passado por diversos colégios internos e de ter viajado pela Europa, resolveu seguir uma carreira de ator. Em 1931, juntou-se ao grupo teatral Dublin's Gate Players, tendo atuado na Broadway. Em 1936, juntamente com John Houseman, fundou o grupo Mercury Theater que atuaria muitas vezes em radionovelas. Numa delas, em 1938, protagonizou um momento histórico: na noite de Halloween, Welles representou aos microfones da rádio a peça A Guerra dos Mundos de H. G. Wells. Um pouco por todo o país, houve momentos de pânico porque os ouvintes convenceram-se de que os marcianos tinham invadido a Terra. Em 1941, Hollywood convidou o elenco do Mercury Theater para participar num filme. Orson Welles tomou as rédeas do projeto, escrevendo, produzindo, realizando e protagonizando aquele que viria a ser considerado como o maior filme da História do Cinema: Citizen Kane (O Mundo a Seus Pés, 1941). Welles imprimiu uma nova linguagem fílmica, mas viu o seu trabalho boicotado pelo magnata William Randolph Hearst que achava que a personagem principal era baseada na sua figura. Daí para a frente, Hearst procurou não poupar esforços para fechar as portas de Hollywood a Welles. Dado que Citizen Kane não fora um sucesso, os produtores propuseram a Welles contratos onde lhe era retirado todo e qualquer controlo criativo. Contudo, tal não impediu que Welles continuasse a produzir obras de grande qualidade: seguiram-se The Magnificent Ambersons (O Quarto Mandamento, 1942) um drama centrado num conflito entre duas famílias, The Stranger (O Estrangeiro, 1946) sobre um criminoso de guerra nazi que se esconde numa pequena cidade americana e o film noir The Lady From Shangai (A Dama de Xangai, 1947) protagonizado por si e por Rita Hayworth. Após o fracasso deMacBeth (1948), decidiu ir para a Europa, fechadas que lhe estavam as portas em Hollywood. Aí marcou presença em diversos filmes de aventuras e pepluns, não se importando de protagonizar filmes de qualidade duvidosa para angariar dinheiro para realizar projetos pessoais. Um deles, o famoso Don Quijote, ficou inacabado e só seria lançado em 1992, sete anos após a sua morte. Regressou a Hollywood para realizar outro clássico: Touch of Evil (A Sede do Mal, 1958), um policial em que também participou como ator secundário, no papel de um obeso polícia corrupto. Voltou à Europa, onde assinou mais trabalhos de qualidade: Le Procès (O Processo, 1962), Falstaff (As Badaladas da Meia-Noite, 1966) e The Immortal Story (História Imortal, 1968). Como ator, associou-se a A Man For All Seasons (Um Homem Para a Eternidade, 1966), Casino Royale(1967) e The Kremlin Letter (A Carta do Kremlin, 1970). Os seus últimos trabalhos foram feitos para televisão e para anúncios publicitários, onde emprestou a sua voz característica.
Fontes: Infopédia
wikipedia (imagens)

Orson Welles fotografado por Carl Van Vechten, Março de 1937.
Orson Welles em "Citizen Kane"
https://www.youtube.com/watch?v=YXIr1P9Fm5A